Baixar App hot
Início / Fantasia / Uma noite de aventura: desejos ocultos
Uma noite de aventura: desejos ocultos

Uma noite de aventura: desejos ocultos

5.0
1 Capítulo
122 Leituras
Ler agora

Sinopse

Índice

A história vai te levar a uma noite quente

Capítulo 1 O dia em que tudo começou

Eu estava no segundo ano da faculdade de engenharia, era o primeiro bimestre, as pessoas da faculdade me chamavam de “A bela do campus”, embora pra mim a aparecia não seja algo que me encha os olhos.

“- Olha lá vem a An, a famosa bela do campus.” Disse uma pessoa que havia acabado de me ver no corredor, então todos pararam oque faziam e olhavam pra mim. Ao chegar no fim do corredor haviam 2 meninos estranhamente bonitos, eu fiquei encantada com tamanha beleza mais como a aula ia começar entrei para a sala de aula.

“- Bom dia pessoal, como que vocês passaram as férias ? Bom hoje temos dois alunos novos, irei apresentá-los. Entrem .” Disse o professor

Quando olhei eram os dois meninos que havia visto mais cedo.

“- Olá, me chamo Rafael, espero que possamos ser amigos e seguir o ano letivo em paz.” Disse o mais alto

“- Eai pessoal, sou o Guilherme.” Disse o mais baixo

“-Ok pessoal, meninos sentem ao lado da An, qualquer coisa peçam ajuda a ela.” Disse o professor August.

Somente a mesa em que eu estava sentada havia lugares vagos, eu estava sentada no meio, então Rafael sentou ao lado direito e Guilherme ao lado esquerdo, o professor explicou a matéria, e assim que terminou o sinal do intervalo começou a tocar, Rafael se levantou e saiu da sala, já o Guilherme me olhou e disse:

“- Então você é a bela do campus ?.”

Fiquei envergonhada e disse:

“- é apenas um apelido que inventaram.”

Então Guilherme sorriu e disse:

“- Você bem de perto é ainda mais linda.”

Então ele se levantou e saiu sorrindo, eu fiquei sentada estática no meu lugar por uns 3 minutos e depois levantei corada e com vergonha.

“-Vamos comer, você hoje está mais lenta que o normal.” Gritou minha melhor amiga Sarah

Eu ri levantei e fomos para o refeitório, chegando lá todas as garotas estavam falando sobre os novatos e o trote que a pessoa mais velha da sala teria que passar, naquele momento me lembrei que eu era a mais velha e a veterana deles, fingi que não escutei peguei minha comida e sentei junto a Sarah.

“- Ual, eles acabaram de chegar e já estão tão populares, me diga como é sentar no meio de duas belezinhas dessa? .” Disse a Sarah num tom irônico

Eu revirei os olhos e disse:

“- Normal, eles são bem cheirosos, mais são bem calados.”

Sarah sorriu e continuamos a comer, quando terminamos estávamos indo pra sala e escutei alguém me chamar:

“- Andressa, Andressa.”

Olhei para trás fiquei surpresa, Rafael estava me chamado, então parei e esperei ele vim até mim, ele estava todo suado sua camisa marcava seu peitoral, e seus cabelos balançavam conforme o vento batia :

“- Será que você poderia me ajudar? Preciso revisar uma matéria e o professor falou que você tirou 10 no bimestre passado.” Disse o Rafael, então eu acenei com a cabeça dizendo sim e ele sorriu e disse:

“- Depois da aula me encontra no portão ok?.”

Eu concordei e voltamos pra sala.

O tempo passou e tocou o sinal da saída, arrumei minhas coisas e fui até o portão para esperar pelo Rafael, assim ao portão o Guilherme estava lá discutindo com Rafael: “- Eu vou fazer da sua vida um inferno, Rafael agora vai ser guerra.” Disse o Guilherme em tom bravo.

“- Ok.” Disse o Rafael em tom calmo.

Então o Rafael me viu e me puxou e disse:

“- Vamos.”

Olhei para o Guilherme e ele apenas me olhava tristes, no caminho o Rafael permaneceu o tempo todo quieto sem falar absolutamente nada, era um silêncio ensurdecedor, então eu falei :

“ - Rafael ? Por que você é o Guilherme não se dão bem ?.”

Ele me olhou triste e disse:

“- A dois anos atrás éramos melhores amigos, mais conhecemos uma garota que brincou com nós dois, e no final ela escolheu ficar comigo, o Guilherme não aceitou então discutimos e saímos no soco, ele me venceu óbvio e quando estava indo embora ele encontrou o irmão mais novo dele no caminho e deu uma carona, quando ele estava quase chegando em casa ele sofreu um acidente, o irmão dele faleceu na hora, mais ele sobreviveu e até hoje me culpa pela perda do irmão dele.”

Eu senti a dor do Rafael mais permaneci calada, aquela história me fez lembrar do meu falecido namorado, então fiquei quieta para não lembrar os meus dias dolorosos de antigamente, chegando a casa do Rafael, a mãe dele veio nos receber:

“- Olá meu bebê, você chegou, e quem é essa moça bonita ?

“- Uma amiga da faculdade que vai me ajudar com a matéria nova.” Disse ele

“- Então vamos entrar, comer algo e depois vocês estudam.” Disse

Entramos, a casa do Rafael era aconchegante, ele havia ido tomar banho e se trocar e então eu fiquei na sala olhando as suas fotos, em uma parte da estante ele tinha só fotos dele e dos seus amigos incluindo o Guilherme, porém a foto deles estava rasgada, eu estranhei mais deixei pra lá, o Rafael saiu do banheiro me olhou e disse:

“- Vamos estudar logo.”

Fomos para a mesa e começamos a estudar, me deu um sono do nada, então peguei no sono quando escorreguei da cadeira, eu estava me preparando para o baque no chão e senti uma mão quente me segurando e algo tocando a minha boca, era o Rafael que havia me segurado e com o peso do meu corpo sua cabeça se inclinou para frente fazendo com que nossos lábios se tocassem, então o clima mudou e ele me soltou pedindo desculpas, eu levantei arrumei minha roupa e disse:

“- Bom acho melhor eu ir, vou deixar meu caderno de anotações com você qualquer dúvida me liga, xau!.”

Sai correndo da casa dele estava tão envergonhada, fui para casa descansar mais chegando lá …

Continuar lendo
img Baixe o aplicativo para ver mais comentários.
Baixar App Lera
icon APP STORE
icon GOOGLE PLAY