Baixar App hot
Início / Bilionários / Me Amou Depois de Divórcio
Me Amou Depois de Divórcio

Me Amou Depois de Divórcio

5.0
517 Capítulo
2.1M Leituras
Ler agora

Sinopse

Índice

Cada mulher quer casar com o seu amado homem. Eu também. Casei com Patrick Cowell, o homem por quem apaixonei por doze anos, em nome da minha irmã. A minha irmã Caroline e eu éramos gêmeas, mas ela cresceu numa família rica e nobre enquanto eu cresci num orfanato. Ela implorou-me para casar com Patrick como seu substituto, porque não queria casar com ele. Eu concordei. Patrick era o único herdeiro da família mais rica dessa cidade. Bonito, rico, e poderoso. No entanto, não esperava que ele me tratasse cruelmente na cama como se eu fosse seu inimigo. Por que ele sabia que eu não era a sua noiva? Oh não!!!

Capítulo 1 Casando no lugar da Caroline

Todas as mulheres anseiam por se casar com seus amores.

Eu também.

Casei-me com um homem por quem fui apaixonada por doze anos, mas no lugar da minha irmã, Caroline…

Embora Caroline e eu fôssemos idênticas fisicamente, fui mandada para um orfanato logo que nasci, por negligência do hospital.

Faz apenas três anos que voltei para a família Archer.

Eu, uma garota rebelde e livre, não me encaixava na pomposa família Archer. No entanto, tendo vivido sem meus pais desde sempre, fui extremamente cautelosa, na esperança de me dar bem com as outras pessoas da família e de conquistar os meus pais.

Consequentemente, quando os meus pais e a minha irmã imploraram para que eu me casasse com Patrick no lugar da Caroline, anteontem, eu concordei imediatamente, sem ao menos hesitar.

Por um lado, fiz isso porque eu amava Patrick. Por outro, foi a primeira vez que senti que minha família precisava de mim. E eu não queria decepcioná-los.

Já passava da meia-noite. Patrick saiu apressado após a cerimônia de casamento, sem nem mesmo me dar qualquer explicação.

Olhando para o anel de diamante em minha mão, senti, inexplicavelmente, um amargor, mas guardei esse sentimento para mim.

De repente, o som do motor de um carro sendo desligado quebrou o silêncio, indicando que Patrick estava de volta. Fui até um espelho, arrumei meu cabelo com pressa e saí do quarto, bastante nervosa.

Em seguida, desci as escadas.

Tirei um par de chinelos da sapateira e esperei por ele na porta.

Ao ver Patrick entrar, botei um sorriso feliz no rosto, como uma boa esposa deve sempre fazer, coloquei os chinelos ao lado de seus pés e disse: "Querido, você voltou…".

Antes que pudesse terminar de falar, senti o cheiro de álcool no ar, misturado a um perfume forte…

Aquela mistura de odores fez com que eu sentisse uma pontada no nariz.

Quanto ao local aonde ele tinha ido naquela noite…

A resposta não poderia ser mais óbvia.

Mesmo assim, eu sabia qual era a minha tarefa depois de me casar com ele no lugar da minha irmã. A relação entre mim e Patrick tinha algo a ver com a cooperação entre a família Archer e a família Cowell.

Pensando nisso, ainda tentei sorrir, apesar do dissabor em meu coração.

Ignorando a indiferença de Patrick comigo, eu o segui escada acima e o chamei: "Querido".

Quando olhei para cima, vi que Patrick havia tirado a camisa. Seu corpo musculoso parecia particularmente sexy contra a luz evasiva do quarto.

Eu imediatamente enrubesci e, na mesma hora, me virei. Quando estava prestes a me desculpar, senti um braço forte vindo por trás de mim.

Antes que pudesse reagir, eu já havia sido levantada. Quando percebi o que havia acontecido, fui jogada na cama.

Embora a cama fosse macia, eu, por ter caído de uma certa altura, senti minhas costas doerem levemente.

Eu vi Patrick de pé, ao lado da cama, olhando para mim de uma maneira desdenhosa, com seu rosto anguloso contra a luz do luar. Embora não pudesse ver sua expressão, pude sentir a profunda indiferença em seu rosto.

Em seguida, Patrick, de repente, me perguntou: "Qual é o seu nome?".

"Eu?" Aquela pergunta me assustou. Mesmo assim, eu respondi: "Caroline, Caroline Archer…".

Eu não era Caroline. Na verdade, meu nome era Charlotte Archer.

Mas eu não podia revelar minha verdadeira identidade.

Assim que respondi, Patrick me pressionou diretamente. Então, com uma das mãos, ele agarrou meu cabelo com força e me obrigou a olhá-lo nos olhos, enquanto repetia a pergunta devagar, palavra por palavra: "Você… é… Caroline… Archer?".

Só então vi seu rosto com clareza. Não havia nenhum afeto em seus olhos profundos naquele momento.

Em vez disso, tudo que eu podia ver era um ódio que surgia do fundo do seu âmago!

Quando ele disse o nome de Caroline, uma loucura inexplicável tomou conta dos seus olhos, que eram escuros como a noite.

Estávamos no meio do verão. Mesmo assim, minha testa estava coberta com uma fina camada de suor frio. E eu estava em pânico.

Como meu cabelo estava sendo puxado por ele, eu não conseguia virar o rosto. Eu apenas olhei para ele meio de lado, tentando assentir com a cabeça.

Eu estava extremamente nervosa, mas tentava não deixar transparecer.

Ao me ver confirmando, os olhos de Patrick ficaram cada vez mais frios. Ele disse: "Já que você está aqui hoje, é bom você saber disso. Eu… eu nunca fui uma pessoa gentil!".

Assim que ele terminou de falar, um som indicou que o meu vestido vermelho estava sendo rasgado!

No segundo seguinte, ignorando completamente a minha resistência, Patrick me penetrou…

Continuar lendo
img Baixe o aplicativo para ver mais comentários.
Baixar App Lera
icon APP STORE
icon GOOGLE PLAY