Baixar App hot
Início / Romance / O caminho para seu coração
O caminho para seu coração

O caminho para seu coração

5.0
2 Cap. / dia
500 Capítulo
45.3M Leituras
Ler agora

Sinopse

Índice

Três anos inteiros se passou e Sabrina finalmente percebeu que seu marido, Tyrone, era o homem mais frio do mundo. Ele nunca sorriu para ela, muito menos a tratou como sua esposa. Para piorar a situação, o retorno do primeiro amor do homem não trouxe a Sabrina nada além dos papéis do divórcio. Esperando que ainda houvesse uma chance de salvar o casamento, ela perguntou: "Tyrone, se eu lhe dissesse que estou grávida, você ainda se divorciaria de mim?" "Sim!", ele respondeu. Sabrina finalmente desistiu, ciente de que ela não significava nada para ele. Deitada na cama do hospital, ela assinou os papéis do divórcio com o coração partido. No entanto, esse não foi o fim para o casal. Após o divórcio, o homem que antes fora tão frio implorou: "Sabrina, cometi um grande erro. Por favor, não se divorcie de mim. Prometo que vou mudar." O que aconteceu com ele? Sabrina sorriu fracamente, sem saber o que fazer…

Protagonista:

Sabrina Chavez e Tyrone Blakely

Capítulo 1 O bebê deles

"Senhora, nossos exames indicam que a parede uterina está incrivelmente fina, o que torna a situação do feto bastante delicada. É crucial que você se alimente bem e faça atividades físicas", explicou o médico, estendendo um pedaço de papel para Sabrina Chavez. "Aqui, pegue isso e compre o medicamento."

"Entendido, doutor", ela respondeu, cuidadosamente pegando a receita do médico.

O médico enfatizou: "Por favor, assegure-se de cuidar bem de si mesma. Isso é uma questão muito séria. Uma parede uterina fina pode aumentar o risco de aborto espontâneo, e muitas mulheres que passaram por isso enfrentam dificuldades para conceber novamente, o que é lamentável."

"Obrigada, doutor. Vou me cuidar bem", Sabrina assegurou, com um sorriso decidido em seus lábios.

Durante os três anos de casamento, ela vinha esperando ansiosamente por esse bebê e estava determinada a fazer tudo que estivesse ao seu alcance para protegê-lo.

Depois de sair do consultório, Sabrina pegou o medicamento e entrou em seu carro.

O motorista deu partida no carro e olhou para ela através do retrovisor. "Senhora, o voo do senhor Blakely está previsto para chegar às três da tarde. Ainda temos vinte minutos. Devemos seguir para o aeroporto agora?"

"Sim, vamos."

A ideia de se reunir com seu marido em poucos minutos aqueceu seu coração, provocando um sorriso.

Seu marido, Tyrone Blakely, estava ausente em uma viagem de negócios por quase um mês e ela vinha sentindo sua falta terrivelmente.

Durante a viagem de carro, ela se pegou revisando constantemente o relatório de gravidez, acariciando suavemente sua barriga.

Em apenas oito meses, ela e Tyrone dariam as boas-vindas ao precioso bebê deles neste mundo.

Ela mal podia esperar para compartilhar a notícia maravilhosa com ele.

Assim que chegaram ao aeroporto, o motorista estacionou o carro estrategicamente. "A senhora vai ligar para o senhor Blakely agora?"

Sabrina olhou a hora em seu relógio e ligou para o marido, mas ele não atendeu.

"O voo dele deve estar atrasado. Vamos esperar um pouco mais", ela sugeriu.

No entanto, após uma longa espera, Tyrone ainda não apareceu.

Sabrina ligou novamente, mas mais uma vez, não obteve resposta.

"Vamos continuar esperando."

Atrasos de voo eram comuns e, às vezes, podiam se estender por algumas horas.

Duas horas depois, ela ligou de novo. O celular foi atendido rapidamente. "Tyrone, você já pousou?"

Houve uma pausa inesperada, seguida por uma voz feminina desconhecida: "Desculpe, Tyrone está no banheiro. Ele ligará para você mais tarde."

Antes que Sabrina pudesse responder, a ligação foi abruptamente encerrada.

Ela olhou confusa para o celular.

Até onde ela sabia, Tyrone não tinha uma assistente o acompanhando nessa viagem.

Sabrina aguardou ansiosamente a ligação dele, olhando fixamente para a tela em branco do aparelho.

Dez minutos se passaram sem que Tyronne retornasse a ligação.

Depois de esperar por mais cinco minutos, Sabrina ligou mais uma vez.

Após uma longa espera, o celular finalmente foi atendido por uma voz masculina familiar: "Sabrina?"

"Tyrone, onde você está? Estamos te esperando no aeroporto."

Houve uma pausa do outro lado da linha. "Desculpe, esqueci de ligar meu celular depois de pousar. Já saí do aeroporto."

A alegria de Sabrina desapareceu instantaneamente. "Então... Vou te esperar em casa. Preciso conversar com você sobre uma coisa."

"Eu também tenho algo para conversar."

"Tudo bem, vou pedir ao cozinheiro para preparar sua refeição favorita para o jantar."

"Jante sem mim. Tenho outros compromissos e voltarei para casa mais tarde."

Tentando esconder sua decepção, Sabrina apenas concordou.

Enquanto ela estava prestes a desligar a chamada, a voz da mulher pôde ser ouvida novamente: "Tyrone, me desculpe. Esqueci de te dizer que Sabrina ligou."

O coração de Sabrina disparou e uma ruga de preocupação apareceu em sua testa. Justo quando ela estava prestes a perguntar a Tyrone sobre a mulher ao celular, a ligação foi encerrada.

Olhando para a tela do celular, Sabrina franziu os lábios, desapontada. Ela se virou para o motorista e pediu que ele a levasse para casa.

O motorista notou o desconforto da patroa e fez o que ela pediu.

Apesar da turbulência emocional, Sabrina se obrigou a comer pelo bem de seu bebê que estava por vir.

A TV estava ligada na sala de estar.

Sentada no sofá com uma almofada em seus braços, ela frequentemente checava o relógio, sem nenhuma disposição para assistir à televisão.

Por volta das dez horas, a fadiga tomou conta e ela adormeceu.

De repente, ela se sentiu sendo carregada.

Semiconsciente, ela detectou um cheiro conhecido misturado com um leve cheiro de álcool.

"Tyrone?" Ela murmurou.

Continuar lendo
img Baixe o aplicativo para ver mais comentários.
Baixar App Lera
icon APP STORE
icon GOOGLE PLAY