Baixar App hot
Início / Romance / Casamento relâmpago com um bilionário
Casamento relâmpago com um bilionário

Casamento relâmpago com um bilionário

5.0
1 Cap. / dia
639 Capítulo
28M Leituras
Ler agora

Sinopse

Índice

Rhonda amava muito seu namorado. Mesmo que ele não trabalhasse há vários anos, ela não hesitava em sustentá-lo financeiramente. Ela até o mimava, para que ele não se sentisse deprimido. E o que ele fez para retribuir o amor? Ele a traiu com a amiga dela! Com o coração partido, ela aproveitou uma oportunidade e se casou com um estranho. Eliam, seu marido, era um homem tradicional. Ele prometeu que ele seria o responsável por todas as contas da casa e que ela não precisaria se preocupar com nada. No início, Rhonda pensou que ele só estava se gabando e que sua vida seria um inferno. Porém, ela descobriu que Eliam era um marido gentil, compreensivo e até um pouco pegajoso. Ele a ajudou não só nas tarefas domésticas, mas também na carreira. Não demorou muito para que eles começassem a se apoiar como um casal apaixonado. À primeira vista, Eliam parecia um homem comum, mas sempre que Rhonda estava em apuros, ele sabia como resolver perfeitamente os problemas dela. Por isso, ela não pôde deixar de perguntar como ele poderia possuir tanto conhecimento sobre diferentes áreas, mas ele sempre ignorou essa pergunta. Em pouco tempo, Rhonda alcançou o auge de sua carreira com a ajuda dele. A vida estava indo tranquilamente até que, um dia, ela viu uma revista de negócios global. O homem na capa se parecia muito com seu marido! O que isso significava! Eles eram gêmeos? Ou ele estava escondendo um grande segredo dela todo esse tempo?

Protagonista:

Rhonda Horton e Eliam Sloan

Capítulo 1 Este apartamento é meu

Era verão, e o sol irradiava intensamente no firmamento.

Rhonda Horton estava entregando folhetos na entrada de um shopping.

Nesse exato momento, ela testemunhou um rapaz e uma mulher andando de mãos dadas em direção ao shopping próximo.

Os olhos de Rhonda se arregalaram quando ela notou que seu namorado, Santino Byrne e a melhor amiga dela, Cristina Grey, eram as pessoas em questão.

Santino havia dito a ela que ele teria uma entrevista marcada para hoje. Ela questionou a si mesma qual era o motivo da presença dele aqui.

Rhonda sentiu um aperto em seu coração e rapidamente os seguiu.

Contudo, ela os perdeu de vista assim que entrou no shopping.

Rhonda correu desesperadamente para alcançá-los. De repente, seu celular recebeu uma notificação de mensagem. Era uma notificação informando sobre uma transação feita com o cartão de crédito dela.

Santino havia acabado de comprar uma joia no valor de 49.998 dólares.

Rhonda deixou escapar um suspiro de apreensão. Este valor era quase metade de sua renda anual.

Imediatamente, ela se dirigiu apressadamente ao balcão de joias e testemunhou uma vendedora deslizando um anel de diamante brilhante no dedo anelar de Cristina.

O diamante no anel era de tamanho considerável e possuía um refinamento excepcional. Era o mesmo anel que Rhonda vinha sonhando há muito tempo.

A visão do sorriso satisfeito no rosto de Cristina deixou sua mente vazia.

Santino havia sido demitido há seis meses. Ele estava morando na casa de Rhonda, utilizando os recursos financeiros dela para suprir suas necessidades. A indignação era tamanha que Rhonda sentiu vontade de vomitar. Como ele se atrevia a usar os fundos dela na aquisição de um anel de diamante destinado a outra mulher?

Ela não permitiria ser enganada tão facilmente.

Rhonda apressou-se e tomou o anel das mãos de Cristina, entregando-o prontamente à vendedora.

"Sinto muito. Eu quero fazer a devolução imediata deste anel."

"O que você pensa que está fazendo, Rhonda? Eu acabei de comprar este anel. Quem você pensa que é para devolvê-lo?" Cristina gritou.

Rhonda perdeu a paciência. Ela encarou a mulher à sua frente e deu um tapa em seu rosto.

"O que você está fazendo, sua louca?" Enquanto isso, Santino voltou do caixa. Ele envolveu Cristina em seus braços de maneira protetora enquanto repreendia Rhonda em voz alta.

"Qual é o seu problema? Eu apenas utilizei uma pequena quantia do seu cartão de crédito. Você não sente vergonha por ser tão mesquinha?" Santino olhou para ela com uma repulsa indisfarçável.

Rhonda o observou com incredulidade. Sentimentos de traição, raiva e humilhação emergiram de dentro dela.

"Você se envolveu com minha amiga e gastou meu suado dinheiro com ela. Agora você está me indagando se eu não sinto vergonha de mim mesma?"

"Sim, eu estou saindo com a Cristina. O que você pode fazer a respeito? Olhe bem para você." Ele franziu a testa em desgosto. "Nunca nenhum homem vai conseguir te amar!"

Rhonda vinha poupando cada centavo que conseguia nos últimos seis meses para sustentar Santino. Ela havia parado de comprar produtos de beleza e roupas novas. Suas vestimentas exibiam sinais de desgaste e sua pele tinha perdido o brilho. Contudo, apesar de todos os sacrifícios, ela só recebeu desgosto e traição em retribuição.

Uma multidão de pessoas começou a se reunir ao redor deles. Santino, furioso, lançou o cartão de crédito e o recibo em direção ao rosto de Rhonda.

"Aqui! Fique com isto! É evidente que você só pensa em dinheiro. Já me cansei de você!"

Uma sensação dolorosa percorreu o rosto de Rhonda quando o cartão bateu em sua pele, porém, isso não se comparava à angústia em seu coração.

"Rhonda, uma mulher como você terá um destino sozinho e miserável. Nenhum homem consegue suportar você." Com isso, Santino agarrou a mão de Cristina e saiu às pressas do shopping.

Rhonda recuperou o cartão e o recibo que estavam no chão, concluiu o processo de reembolso e se dirigiu imediatamente de volta ao apartamento onde ela e Santino residiam.

O apartamento dela tinha dois quartos. Durante todo esse período, ela e Santino viveram em quartos separados.

Rhonda costumava acreditar que Santino era um cavalheiro que a respeitava. Pensando nisso agora, tudo parecia ridículo.

Assim que retornou ao apartamento, ela começou a empacotar as malas de Santino. Rhonda estava decidida a expulsá-lo naquele mesmo dia.

Ela retirou os lençóis da cama com raiva. Foi somente nesse momento que seu olhar se fixou em dois preservativos usados. Parecia que eles haviam sido usados recentemente.

Seu último resquício de amor e admiração por Santino desapareceu rapidamente.

Ela empacotou suas malas e as atirou para fora da porta, uma após a outra.

Nesse momento, Santino voltou com Cristina.

Uma onda de raiva tomou conta dele ao avistar a sua bagagem empilhada no chão.

"Rhonda, você ficou louca? Como você se atreve a mexer nas minhas coisas?"

Rhonda o ignorou completamente e serenamente se sentou no sofá da sala de estar. Anteriormente, ela acreditava que Santino era o homem mais bonito do mundo, porém agora, sua mera aparência a deixava com náuseas.

"Você chegou bem na hora. Devolva a minha chave da porta e nunca mais coloque os seus pés imundos nesta casa novamente!"

"Rhonda, você perdeu o juízo? Você sabe que antes eu pagava aluguel. Como você pode me expulsar desta maneira?" Santino questionou, indignado.

"Realmente, você está certo. Você costumava pagar o aluguel antes!" Rhonda lhe respondeu, enfatizando a palavra "antes". "E o aluguel dos últimos seis meses e as despesas dos últimos dois anos e meio? Você por acaso pagou por estas coisas?"

Rhonda lançou um olhar em sua direção e finalmente respirou fundo, buscando acalmar-se.

Ao perceber que vários vizinhos se agrupavam ao seu redor, fofocando sobre ele, Santino sentiu-se envergonhado. Ele queria resolver aquela situação o mais rápido possível.

"Rhonda, você só pensa em dinheiro! O aluguel gasto em seis meses é no máximo vinte ou trinta mil dólares. Este é exatamente o quanto ganharei em dois meses de trabalho. Assim que eu encontrar um emprego, pagarei todo o aluguel de volta."

"Não precisamos esperar até você encontrar um emprego. Podemos pagá-la imediatamente." Cristina pegou o seu celular e caminhou até Rhonda. "Nós podemos fazer um acordo. Eu posso pagar o aluguel por seis meses, mas você deve se mudar deste apartamento ainda hoje."

Cristina ponderou que o valor do aluguel era insignificante em comparação com a quantia que Rhonda havia gastado com Santino ao longo dos anos. Ela acreditava que Santino ficaria eternamente grato se ela pagasse a quantia naquele momento.

Santino se graduou em uma universidade renomada e possuía um futuro promissor. Antes de ser demitido, ele ganhava 30 mil dólares por mês.

Ao ver Rhonda acenar com a cabeça alegremente, Cristina realizou a transferência do dinheiro para ela através de um pagamento online.

Então, ela apontou com satisfação para a porta. "Ande rápido! Arrume suas coisas e desapareça daqui!"

"Não fique muito animada ainda." Rhonda se virou e pegou a escritura do imóvel.

"Leia o documento com atenção." Rhonda mostrou a escritura para Cristina. A escritura afirmava claramente que Rhonda Horton era a única dona desta propriedade.

"Este apartamento é meu e não tenho pretensão nenhuma de alugá-lo agora."

"Rhonda, você me enganou!" Santino a questionou, enquanto tinha um ataque de raiva. "Embora você seja a proprietária deste apartamento, você me fez pagar o aluguel todos esses anos!"

"Você estava morando no meu apartamento. Por que você não deveria estar pagando o aluguel?" Rhonda deu de ombros, fazendo-se de inocência.

"Caramba, você não passa de uma bruxa traiçoeira! Eu realmente subestimei você", Santino disse ao apontar o dedo para ela.

"Você é uma pessoa desprezível!" O coração de Cristina ficou apertado. Ela se arrependeu amargamente por ter gastado o dinheiro sem necessidade. Além do mais, Santino continuava sem ter onde morar agora!

"Oh, por favor! O que eu fiz não chega nem perto do que vocês fizeram comigo!"

Rhonda caminhou até a porta. "Pegue suas coisas e desapareça!"

Cristina ainda não estava disposta a admitir sua derrota. Ao perceber que mais vizinhos estavam se reunindo para presenciar o ocorrido, Santino a arrastou apressadamente para fora.

Antes de partir, ele lançou um olhar para Rhonda, ponderando sobre como conseguir o apartamento dela.

Após se afastar com êxito da dupla, Rhonda se encostou na parede e soltou um suspiro de cansaço.

O único pensamento que ecoava em sua mente agora era que ela não precisaria mais realizar os cansativos trabalhos de meio período para sustentar aquele imprestável no futuro.

Nesse mesmo instante, o telefone de Rhonda tocou. Ela pegou seu celular, olhou para o identificador de chamadas e descobriu que era uma ligação de seu irmão mais novo.

"Rhonda, a vovó acabou de ser diagnosticada com câncer. A cirurgia vai custar quinhentos mil dólares. Eu não tenho todo este dinheiro. Eu..." Seu irmão engasgou com seus soluços de choro.

Continuar lendo
img Baixe o aplicativo para ver mais comentários.
Baixar App Lera
icon APP STORE
icon GOOGLE PLAY