Baixar App hot
Início / Romance / O amor na via rápida
O amor na via rápida

O amor na via rápida

5.0
5 Cap. / dia
564 Capítulo
5.1M Leituras
Ler agora

Sinopse

Índice

Quando eram crianças, Derek salvou a vida de Norah. Anos depois, Derek entrou em estado vegetativo devido a um acidente de carro e Norah se casou com ele sem pensar duas vezes. Com seu conhecimento médico, ela até o curou. Por dois anos, Norah amava seu marido de todo o coração, na esperança de retribuir a bondade dele. Mas quando o primeiro amor dele voltou, ele pediu o divórcio. Sem hesitar, ela concordou. O que poucas pessoas sabiam era que ela, rotulada de "abandonada", era na verdade uma piloto de corrida, uma designer famosa, uma hacker genial e uma médica renomada. Lamentando sua decisão, Derek implorou por perdão de Norah. De repente, um CEO encantador apareceu, abraçando Norah e declarando: "Fique longe da minha esposa!" Surpresa, Norah deixou escapar: "O quê?"

Protagonista:

Norah Wilson e Sean Scott

Capítulo 1 Divórcio

No quarto levemente iluminado, um homem e uma mulher repousavam na ampla cama, compartilhando momentos de afeto.

Acima da cama, um quadro retratando uma noiva decorava a parede impecável, emanando uma expressão de suave contentamento.

"Imagine se a Norah nos flagrasse aqui, deitados na cama dela. Você acha que ela ficaria tão irritada a ponto de chorar?", disse a mulher, num tom de flerte.

"Essa não é a cama dela. Após todos esses anos, nós nunca dividimos um toque sequer. Ela sempre dorme no quarto de visitas ao lado", resmungou o homem antes de prosseguir.

"Derek, você tem sido tão gentil comigo..."

Os murmúrios suaves se mesclavam com as respirações pesadas dos dois.

Neste instante, uma jovem à porta cobriu a boca com as mãos, lágrimas escorrendo pelo rosto ao ouvir a conversa.

Após um breve instante, o íntimo momento dos dois foi abruptamente interrompido.

Derek Carter vestiu uma bermuda e se levantou para buscar um copo de água. Ao se deparar com Norah Wilson sentada em silêncio na sala de estar, uma expressão de surpresa se desenhou no rosto dele.

Quando Norah tinha retornado e o que ela poderia ter escutado?

"Você ouviu tudo?", Derek perguntou casualmente, já sentado no sofá da sala com um copo de água.

Marcas sugestivas cobria o corpo de Derek, mas ele não se importou se Norah as notasse ou como ela reagiria. Ele se limitou a tomar um gole de água.

"Está na hora de você assinar isso", disse Derek, tirando uma pasta de uma gaveta e a jogando sobre a mesa. "Já que provavelmente ouviu tudo, não há sentido em prolongar o assunto."

Timidamente, Norah pegou o documento, seus olhos logo encontrando as palavras "Acordo de Divórcio" na página inicial. Ela folheou até o final, notando a assinatura elaborada de Derek Carter.

"Você pode revisar tudo. Se você quiser adicionar algo, me avise. Se não, apenas assine", ordenou Derek.

Se recostando, Derek acendeu um cigarro, a fumaça ocultando sua indiferença.

"Você não pode nos dar outra chance?", Norah indagou com a voz rouca devido às lágrimas, a sua franja elegante caindo sobre a borda escura dos óculos, destacando seu olhar melancólico.

Desde que Norah entrou para a família Carter, sempre se dedicava a Derek, ansiando por um futuro repleto de felicidade.

As lembranças do garoto que a resgatou de uma tempestade de neve alimentavam sua esperança, desejando uma mínima oportunidade de permanecer ao lado dele.

"Norah, não seja tão patética. Você sabe o que aconteceu entre mim e a Madeline. Então, por que insistir em ser minha esposa? Não se desvalorize", retorquiu Derek, demonstrando sua impaciência ao bater as cinzas no cinzeiro. Logo, ele adicionou: "Nosso casamento nunca passou de um acordo."

O coração de Norah afundou. Ela finalmente compreendeu que era Madeline Powell quem Derek realmente amava. E ela finalmente entendeu isso.

Ela se inclinou, brincando com a barra das vestimentas. Foi só então que relembrou que, quando Madeline aparecia, toda a atenção de Derek se voltava para ela.

Há alguns anos, quando Madeline partiu para o exterior, Derek a seguiu, mas acabou sofrendo um terrível acidente de carro que o deixou inconsciente.

Naquela época, Derek deveria se casar com Luna Wilson, da família Wilson. No entanto, Luna se envolveu com outro homem e teve um filho, levando os Wilsons a oferecerem Norah como substituta. Então, Norah assumiu o lugar de Luna, se tornando esposa de Derek.

Norah se dedicou aos cuidados de Derek, cortando quase todos os laços com sua vida anterior. Ela abandonou as suas paixões, incluindo design, corridas de carros, medicina e programação, apenas para se concentrar exclusivamente nele.

Quando Derek finalmente acordou do coma, há um ano, ainda era Norah que estava cuidando dele incansavelmente, permanecendo ao seu lado sem falhar. Mesmo assim, Derek parecia estar cego pela ternura de Madeline quabdo ela voltou do exterior.

Apesar de dois anos de casamento e cuidados, Norah teve que admitir que não tinha conquistado um lugar no coração de Derek.

Sem receber qualquer resposta de Norah, Derek não pôde deixar de franzir a testa, observando-a à sua frente.

Embora Norah fosse indiscutivelmente atraente, com sua franja densa e óculos grandes que moldavam o seu rosto, muitas vezes, ela negligenciava sua aparência, parecendo descuidada. Sua personalidade era excessivamente reservada.

Desde que Derek acordou do coma, Norah esteve ao seu lado o tempo todo. Mas, além de não sentir nenhuma conexão emocional com ela, ele a achava incrivelmente chata.

O constante cuidado e atenção, juntamente com a vida rotineira, eram tão monótonos quanto água pura. Derek achava tudo isso extremamente maçante.

Ele reconhecia o papel de Norah como uma competente cuidadora da família Carter nos últimos dois anos, mas nunca sentiu que ela estava preparada para ser sua parceira.

Ao apagar outro cigarro, Derek comentou casualmente: "Esta é a casa da família Carter..."

Ele parou e notou Norah abaixando a cabeça. A tristeza evidente na sua postura o irritou.

"Estou ciente de sua infelicidade com a família Wilson. Após o divórcio, eu darei para você três casas e trinta milhões. Você pode escolher qualquer carro na garagem. Isso deve garantir uma vida confortável para você no futuro", ofereceu Derek.

Derek não esqueceria a diligência de Norah em cuidar dele enquanto estava acamado e sua companhia durante seus exercícios de recuperação depois que ele acordou do coma.

Embora Derek não tivesse afeto por Norah, estava disposto a oferecer um acordo generoso por seus anos de dedicação. Ela realmente dedicou os melhores dois anos de sua vida a ele.

Quando Derek cruzou os braços, Norah notou uma pequena tatuagem na clavícula dele, o que aumentou sua angústia. Eram as iniciais MP, de Madeline Powell.

A paciência de Derek acabou. "Dadas as circunstâncias, eu darei a você um dia para pensar sobre isso. Se os termos não forem aceitos, fique à vontade para sugerir ajustes, mas não exagere. Eu não sou conhecido pela minha paciência..."

"Não tem necessidade de eu pensar sobre isso." Norah pegou a caneta da mesa e assinou suavemente os documentos do divórcio. "Eu vou arrumar minhas coisas e partir em breve. Não quero mais atrapalhar seu caminho."

Derek acenou para ela em um sinal de aprovação. "Fico feliz em ouvir isso."

Derek gostava de como Norah sempre obedecia a ele, como uma serva que nunca questionava as suas decisões. Hoje, por exemplo, ela poderia ter causado tumulto, mas preferiu manter a paz.

Para Derek, as atitudes de Norah eram tediosas demais. Ele tinha medo de que conviver com alguém tão comum pudesse acabar o influenciando. Afinal, o amor não era algo que se podia ser forçado.

No momento em que Derek estava prestes a falar algo após ler o contrato, Madeline surgiu elegantemente vestida com uma camisa branca, que mal cobria suas coxas, com apenas alguns botões fechados, revelando muita pele.

Seu cabelo, que ainda estava úmido, fazia a camisa grudar levemente na sua pele, adicionando um atrativo à sua aparência.

Ao perceber o movimento, Norah se virou e imediatamente reconheceu que Madeline estava usando a camisa de Derek, que ela havia selecionado para ele.

Seus olhares se cruzaram e Madeline deu a Norah um sorriso presunçoso e zombeteiro.

Quando o olhar de Derek seguiu na mesma direção, Madeline rapidamente disfarçou o sorriso.

"Norah, nós finalmente nos encontramos. Meu nome é Madeline Powell", ela se apresentou com graça, se aproximando de Derek e se sentando ao seu lado. Se apoiando levemente sobre o ombro dele, ela disse: "Derek mencionou você várias vezes. É um prazer te conhecer."

Norah, sem saber o que dizer, baixou os olhos em resposta.

Madeline, então, cutucou Derek de brincadeira. "Eu ouvi dizer que você está oferecendo três casas para Norah. Você sabe que eu quero aquela casa perto do lago, certo? Por que você prometeu dar a ela? Não me ama mais?"

Derek, sempre tão condescendente com os caprichos de Madeline, se voltou para Norah. "Vou encontrar outra casa para você."

Norah olhou para Derek por cima dos óculos e disse: "Mas você não disse que aquela era para mim?"

O beicinho de Madeline se tornou mais evidente. "Derek..."

O rosto de Derek revelou o seu aborrecimento. "Norah, você não ouviu o que acabei de dizer? São casas minhas. Se não concorda com as mudanças, não obterá nenhuma delas."

Continuar lendo
img Baixe o aplicativo para ver mais comentários.
Baixar App Lera
icon APP STORE
icon GOOGLE PLAY