Lera > Jovem Adulto > Internato para Submissas

   Capítulo 2 Primeiro dia

Internato para Submissas Por AnnyDobrev Personagens: 5471

Atualizado: 2021-04-06 12:18


Toda a sala está tomada por falatórios, o cochicho para saber como será o professor Apolo e a professora Angel não param. A única coisa que eu sei é que eu preferia estar em casa, mas quando me lembro da prisão extramamente horripilante que me aguarda, eu desisto. Minha mãe sempre me dizia que a prisão era subterrânea, ficava nas profundezas no oceano Atlântico. Longe tudo e de todos, especula-se que as pessoas que entram lá não saem jamais, isto porque são torturadas e os prisioneiros são manifestantes que odeiam o bdsm e o que ele se tornou para o mundo.

Vestir essa roupa ridícula me deixaria chateada. Látex é o tipo de roupa que me faz sentir tudo, menos sensualidade. Estou vestindo um vestido aberto na barriga e um pouco curto, ele é justo e na cor preta. Ajusto-me na cadeira, tentando achar uma posição confortável, nem percebi que a garota que sentou ao meu lado estava me observando, sim ela estava e muito. Parecia querer rir. Que inferno, tudo o que eu faço parece ser uma piada?Acredito que seja porque aqui não é o meu lugar. Enquanto todos querem estar aqui para aprender, eu só quero minha casa, mas de preferência longe de Ian.A sala tinha utensílios sádicos, como chicotes, chibata, algemas, palmatórias, dentre outros que não conhecia.

- Relaxa, eu também ficava assim no início, mas depois passa. Você até vai gostar das roupas. - disse a garota morena dos olhos cor de mel. Ela vestia uma fantasia de estudante, tinha um pirulito na boca.

- Sinceramente - bufo - não acho que isso vá acontecer algum dia e nem quero isso.

Ela sorri.

- Acredite, eu odiava bdsm, e hoje só estou aqui porque meu senhor e marido, me enviou, apenas para aprender mais, nunca é demais aprender.

- Que bom pra você, mas comigo não vai ser assim, desejo ir embora com todas as minhas forças.

- Vamos ver. Sou Selena - estende as mãos e eu aperto.

- Sarah.

Quando o sino toca, o professor entra na sala de aula. Apollo. O mesmo dominador que estava no quadro, céus ele era ainda mais lindo pessoalmente. Tinha um ar de superioridade, passeava entre uma mesa e outra, começando pelo outro corredor. A sala estava em completo silêncio, só se ouvia os passos quase inadiáveis dele. Ele passou por mim e Selena, mas deu um passo para trás e parou ao meu lado, me encarando. Eu estava olhando para frente, quando ele tocou no meu queixo. Ele o levantou, fazendo-me olhar nos seus olhos.

Ele tocou o meu rosto e eu olhei para o chão, mas antes notei o volume em suas calças.

Finalmente ele me soltou e tornou a caminhar pela sala, como se tivesse observando cada aluna ali. Sim, existia a classe só de mulheres e só para homens.

Ele se posiciona próximo à sua mesa, e me encara outra vez antes de começar a falar.

- Hoje se

inicia mais um ciclo, para vocês, toda a sorte do mundo, pois vão precisar! Como sabem, as regras aqui foram feitas para serem seguidas, e caso não as cumpram, serão duramente castigadas. - ele pega uma chibata e passa no rosto de uma aluna.

- E já devem saber que eu me divirto muito com isso, até demais - diz e bate suavemente no rosto da garota. Ela estremece.

- Tudo que eu disser deverão responder: sim senhor, entendido?

- Sim senhor - todas dizem, menos eu. Ele se aproxima.

Passa a chibata pelo meu corpo, contorna os meus seios se divertindo.

- Qual o seu nome? - pergunta.

Eu olho para frente encarando a parede branca.

- Sarah Young.

Pela primeira vez ele ri.

- Então é você a minha aluna na sala escura - diz, com satisfação.

Não respondo.

- Embaixo da carteira de vocês, tem um tablet, nele tem livros de sadomasoquismo, masoquismo, dominação, submissão, tudo absolutamente tudo está nele, tem um dicionário bdsm, ou seja, se tiverem qualquer dúvida sobre alguma palavra, é só acioná-lo.

Por um segundo, temo pelo o que ele poderá fazer comigo na sala escura, meu corpo gela, minha mente enlouquece só de imaginar.

- Sem mais delongas, vamos começar a nossa aula. Aqui todas tem o intuito de serem submissas? - pergunta, e apenas cinco garotas respondem "não ". - muito bem, temos algumas dominatrix, a professora Angel irá adorar saber disso. Nesse Instituto, temos etapas, como se fosse níveis, iniciante, intermediário, avançado e hard. Hard é o meu preferido e mais pra frente vocês descobrirão o porquê. Em determinada fase, temos uma sala para cada aluna, nela, vocês serão submetidas para serem aprimoradas, muitas que entram aqui rebeldes, saem implorando para ficar.

- Disso eu duvido. - digo baixinho.

Rapidamente ele me encara, como se tivesse ouvido o que acabei de sussurrar. Ele não tinha escutado, tinha? Seria impossível.

- Hoje foi só uma degustação, amanhã começará de fato. Então, podem sair e leiam o livro de sadomasoquismo do tablet.

- Sim senhor, deus grego.Você está com colega de quarto? - pergunta Selena, se levantando.

- Ainda não - digo, enquanto caminhamos em direção à porta.

- Estamos no mesmo corredor, qualquer coisa estou no quarto 303.

Quando ia passar pela porta o professor me pega pelo braço rindo maliciosamente.

- Aonde pensa que vai? Você fica.

Sinto a intensidade do seu olhar, cerro os dentes com raiva.

- Nos vemos por aí- escuto as últimas palavras de Selena.

- Você é uma menina má, que merece ser castigada - sussurra, ao pé do meu ouvido. Sinto um arrepio involuntário.

- Por favor não..

- Mas calma, já está implorando, eu ainda nem comecei - seu polegar toca meus lábios. - Você é muito linda, vou adorar ser o primeiro a te punir. Vamos.

(← Atalhos teclado) Anterior Conteúdos (Atalhos teclado →)
 Novels To Read Online Free

Digitalizar o código QR para baixar o Lera.

Volte para Topo

Partilhas