Lera > Moderno > Meu Sr. Soldado

   Capítulo 30 Ferido por acidente

Meu Sr. Soldado Por Valentina Britto Personagens: 8063

Atualizado: 2020-03-24 04:26


Chegando ao segundo andar, Sara começou a procurar algo quarto por quarto.

Marina não sabia o que Sara estava procurando, parada atrás da Sara, e perguntou: "Sara, o que você está procurando?"

Sara não pretendia responder, e ainda estava procurando.

Quando ela abriu a porta do quarto de Marina e Fede, ficou surpresa, um quarto luxuoso, cheio de roupas deles, essa imagem fez Sara se sentir mal.

Sara finalmente percebeu a foto do casamento que estava pendurada na parede, na foto os dois pareciam muito felizes.

Sara entrou furiosamente no quarto, caminhou diretamente para a foto e a removeu da parede.

"Vá para o inferno, vá para o inferno." Ao mesmo tempo em que ela disse isso, jogou a foto no chão e continuou pisando nela.

O quadro já estava totalmente quebrado.

Quando Marina a viu rasgar a sua foto, ficou chateada, caminhou em sua direção e a empurrou: "Sara, não toque na nossa foto." Ela disse gritando.

"Não pode ser, não pode ser." Sara estava totalmente fora de controle, não se importando com as palavras da Marina. Ela olhou em volta e continuou procurando mais fotos.

Vendo as fotos do casamento colocadas na mesa e nas janelas, Sara ficou chateada de novo, tirou todas as fotos e jogou todas no chão.

Ao vê-la se comportar dessa maneira, Marina imediatamente a parou: "Sara, pare, eu não vou permitir que você toque nas minhas fotos de casamento."

Embora Marina não quisesse ter mais nenhum relacionamento com Fede, mas no momento em que Sara quebrou as fotos, ainda sentia muita dor.

"Você não me permite? Marina, quem você pensa que é? A pessoa que deveria estar com Fede era eu e não você." Quando ela disse isso, queria tirar outra foto da mesa.

Marina parou na frente dela, pegando os braços dela para impedir que se aproximasse das fotos.

"Saia da minha casa." Marina disse gritando.

"Marina, eu vou a matar." Sara estava totalmente fora de controle.

Ambas entraram numa briga.

Quando Fede voltou, ouviu barulho no quarto. Ele sabia que algo havia acontecido, subiu as escadas rapidamente.

Quando Fede chegou ao seu quarto, encontrou o quarto bagunçado e duas mulheres brigando.

De repente, ele teve uma raiva inexplicável.

Fede se aproximou, puxou Sara e ficou na frente da Marina para separar as duas.

O tapa que Sara ia dar à Marina, ela deu aos seios do Fede. Sara, quando viu que Fede a estava protegendo, disse: "Por que você a protege? Porquê?"

"Porque ela é a minha esposa", disse Fede, sério.

As palavras do Fede fizeram as duas mulheres se acalmarem.

Sara olhou para Fede, e não podia acreditar no que acabou de ouvir.

"O que você acabou de dizer? Diga de novo." Sara disse balançando a cabeça, já que não podia acreditar.

Fede sabia que Sara estava chateada, não queria mais criticá-la e disse com uma voz suave: "Por que você veio aqui? Por que não fica em casa?"

"Em casa? Naquela casa você diz? Esta seria a sua casa real." Sara, sentada impotente, sorriu.

Fede por um momento não sabia o que poderia dizer.

Marina, que estava atrás do Fede, deu alguns passos à frente. Ela ficou ao lado do Fede com o dedo apontando para Sara e disse: "Sara, saia da minha casa."

Quando viu Marina, a raiva da Sara aumentou novamente.

"Marina, eu juro que vou a matar", gritou Sara, quando ela disse que se lançou na Marina.

As duas estavam brigando novamente.

"Calma, parem", também gritou Fede, tentando separar as duas mulheres, mas não conseguiu, por um lado, ele temia que Sara sofresse e, por outro lado, temia que Marina se machucasse.

"Sara, pare, pare." Fede, ao mesmo tempo dizendo, estava tentando puxar Sara.

Sara, vendo que Fede estava protegendo Marina em vez dela, ficou mais ciumenta do que o normal. Por que ele estava tratando Marina melhor do que ela?

De repente, Sara viu que ao lado da mesa havia uma bandeja com frutas, em cima da bandeja havia uma faca.

Sara pegou a faca e se lançou na Marina, "Marina, eu não vou deixar você viva."

Quando Fede viu que Sara havia peg

ado uma faca, ficou um pouco assustado. O que ela iria fazer?

Vendo a sua ação, Marina também ficou tão surpresa que não conseguiu se mexer.

Assim que Sara se lançaria contra Marina, Fede abraçou Marina com força.

Quando a faca passou sobre a cabeça da Sara, ela percebeu que a ponta da faca estava apontando para Fede, mas era tarde demais.

Tudo aconteceu num instante, a faca pregada nas costas do Fede.

Marina, que foi abraçada pelo Fede, sentiu o seu corpo tremer.

Marina abriu os olhos e viu o rosto de sofrimento do Fede.

Ela finalmente percebeu o que tinha acontecido, "Não, não, não."

Marina saiu do abraço do Fede, viu que Fede estava doendo muito e de repente as lágrimas caíram.

"Fede, você está bem? Está bem?" Marina não conseguiu se controlar, colocou as mãos suavemente no rosto do Fede e continuou balançando a cabeça.

Sara estava assustada, vendo que as costas do Fede estavam sangrando, sem saber o que podia fazer.

Fede, ao ver Marina que estava chorando por ele, sabia que ela ainda se importava com ele, e ficou consolado.

Fede deu um sorriso duro e disse: "Não se preocupe, eu estou bem."

Marina, enquanto chorava, disse: "Como você é bobo! Por que está diante de mim? Você realmente pensa que é imortal?"

Fede estendeu a mão, enxugou as lágrimas da Marina e disse: "Querida, eu não permito que ninguém a machuque, porque você é a minha esposa."

Toda a raiva que Marina tinha no início desapareceu neste momento, quando ouviu as palavras do Fede, sentiu-se muito feliz. Podia-se dizer que foi o momento mais feliz da sua vida.

Numa sala VIP do hospital, eles acabavam de enfaixar as costas do Fede. Marina estava preocupada com ele, pegou a mão dele e chorou de novo.

Sara estava num canto, sem dizer nada. Olhando para os dois, ela não se sentiu extra, mas odiou mais Marina.

O avô e a família da Ana também estavam lá. Pedro e Maria estavam olhando para Fede e Marina, Pedro estava preocupado com Marina, mas Maria não sentiu nada, vendo a mulher no canto e achando que ela também devia odiar Marina.

"O que o médico disse?" Antonio perguntou, ninguém se atreveu a abrir a boca.

Ana sabia que Antonio amava muito o neto, se aproximou dele e disse educadamente: "Avô, o médico disse que nada estava errado, eles colocaram os curativos nele, agora ele só precisa deitar na cama."

Antonio não disse nada, estava olhando para Fede e Marina.

De repente, os olhos do Antonio foram para Sara.

Os olhos de Ana e Pedro também estavam fixos na Sara, Pedro ficou surpreso em vê-la, já que quando ele era pequeno, não achou nada de especial, mas agora, descobriu que ela era mais bonita que o normal e todo o seu corpo expulsava luxo.

Roberto não se importava com Sara, já que ele mal a conhecia, apenas sabia que naquele ano o seu cunhado quase desobedeceu por ela.

Maria viu que Pedro estava olhando para Sara com um olhar perdido, ficou um pouco zangada e pensou: "Ele já se apaixonou por ela agora?"

"Quando você voltou?" Antonio perguntou.

"Há um mês, avô", Sara respondeu educadamente.

"Não me chame de avô", disse Antonio, sério, e perguntou novamente: "Onde você mora agora?" .

"Num chalé que fica perto da praia." Sara respondeu honestamente, na frente do Antonio, não se atreveu a contar mentiras, pois sabia das consequências.

Antonio sabia que Sara poderia causar problemas ao Fede. Desde que Marina estava chorando assim, certamente isso tinha algo a ver com ela.

Fede percebeu que o vovô sabia alguma coisa, e disse imediatamente, "Vovô, não culpe Sara, ela não sabe de nada, eu vou tratar disso bem."

Pelas palavras do Fede, todos sabiam que ele estava protegendo Sara. Eles sabiam que Fede estava no hospital, Sara tinha algo a ver com isso, mas Fede disse que não tinha nada a ver com ela.

Marina, vendo-o proteger Sara, tirou as mãos e a sua fúria aumentou.

Fede ao ver a ação da Marina sabia que ela estava com raiva, pegou as suas mãos novamente, e não permitiu que a sua esposa se separasse dele.

(← Atalhos teclado) Anterior Conteúdos (Atalhos teclado →)
 Novels To Read Online Free

Digitalizar o código QR para baixar o Lera.

Volte para Topo

Partilhas