Lera > Moderno > Meu Sr. Soldado: Los puritanos y otros cuentos: Los puritanos y otros cuentos

   Capítulo 21 Um barulho fora da porta

Meu Sr. Soldado: Los puritanos y otros cuentos: Los puritanos y otros cuentos Por Valentina Britto Personagens: 8768

Atualizado: 2020-03-24 02:57


De repente, a Ana abriu a boca e disse: "Avô, a razão pela qual viemos é para você ver a futura esposa do Pedro. Se você não for contra, Roberto e eu prepararemos o casamento deles. "

"Bem bem." Antônio respondeu, observando-a.

Maria, vendo que o senhor estava olhando para ela, se aproximou alegremente e disse: "Olá, bisavô, eu sou Maria Shen, pode me chamar da Maria."

"Maria", ele dizia e a observava com muito cuidado.

Ela continuou dizendo: "Sim, bisavô. Se Pedro e eu casássemos, daríamos muito bem. Porque sou irmã da Marina e meu pai é o CEO da empresa LOP ."

"Oh De verdade?" Antônio ficou surpreso ao ouvir as palavras dela, notou a Marina e disse: "Mari, ela é sua irmã?".

Marina disse: "Sim, avô, é minha irmã"

"Haha, uau, mais uma da família Shen." Ele começou a rir.

"Então avô" Ana, vendo-o assim, disse: "Você não é contra isso?"

Todos os olhos se voltaram para o vovô. Se ele não era contra, tudo estava pronto para os dois se casarem.

Maria olhou para o Antônio nervosamente, seu futuro dependeria da decisão desse idoso.

Em vez de responder, ele olhou para oFede e disse: "Fede. O que você acha? Se você não é contra, já podemos dar uma resposta. "

Todos ficaram surpresos ao ver que o vovô estava deixando o Fede tomar a decisão.

Maria ficou subitamente nervosa, agora a decisão foi tomada por ele, em vez de seu bisavô. Todos sabiam como Fede era, agora ela não tinha tanta certeza se poderia se casar com o Pedro.

Fede também não esperava que o avô o deixasse em suas mãos. Não sabendo o que fazer, olhou para a Marina e disse: "Querida, o que acha sobre isso? Temos que aceitar ou não? "

Essas palavras surpreenderam a todos novamente, Pedro finalmente não conseguiu segurar. Se aproximou da Marina e disse "Mari", e não disse mais nada. Ele apenas balançou a cabeça para indicar a Marina sua posição negativa.

Ela sabia que ele não queria se casar com a María, sua expressão e seu olhar diziam tudo. Era como ele se estivesse à beira de um penhasco. Se a Marina aceitasse, seria alguém o empurrasse.

Vendo-o assim, Maria caminhou em direção a sua irmã, ficando em pé na frente do Pedro e disse: "Mari, você não impedirá a felicidade de sua irmã. Certo? "

Ela disse, de repente agarrou as mãos da Marina.

Marina ficou assustada com a ação de sua irmã, olhou para ela, mas não disse nada.

Fede percebeu que sua mulher estava tremendo e disse imediatamente: "A solte."

O olhar dele fez a Maria remover as mãos rapidamente.

O ambiente de repente congelou, Maria não sabia o que podia fazer, lamentando que sua irmã não aceitasse o casamento, já que o Pedro era o ex-namorado dela. Como ela poderia aceitar o casamento?

Depois de um tempo, Marina disse ao avô: "Avô, minha irmã é vice-presidente da empresa LOP. Tem muita habilidade no trabalho e também não é feia. Vejo-a como um casal muito bom com o Pedro, além disso, Pedro e minha irmã ", Marina parou por um segundo e continuou:" devem estar namorando por muito tempo já. Se de repente se separarem assim, vão se acostumarem com isso? "

A resposta dela fez o vovô tomar a decisão, mesmo o Fede ficou surpreso com as palavras dela. Ele não esperava que ela aceitasse o casamento.

"Bem bem." Antônio ficou muito feliz. "Então está tudo decidido. Ana, Roberto, escolham um dia e comemorem o casamento do Pedro."

"Ok vovô." Ana respondeu alegremente.

"Mas..." Quando o Pedro quis dizer alguma coisa, a Maria o parou.

Fede se aproximou da Marina e perguntou no seu ouvido: "Não espero essa decisão de você".

Ela virou a cabeça para olhar para o Fede e disse: "Quero deixá-los em paz e eles também me deixarão".

Duas semanas depois, o casamento foi realizado como planejado. Maria estava vestida de noiva, passando o dia mais feliz da sua vida. Jenny, vendo-a tão feliz, foi confortada. Finalmente, sua filha poderia entrar na família Ye e se casar com o prefeito.

Marina estava num canto olhando para o casal. Vendo o noivo e a noiva felizes de mãos dadas no palco, as lágrimas começaram a fluir.

Um era o homem que ela realmente amara. Tudo o que fazia por ela, Marina nunca esqueceria. E outra era sua irmã, embora a maltratasse desde criança, ela não se importava. Mas quando sua irmã levou o Pedro embora, Marina apenas sentiu ódio por ela. Também, embora o Pedro tivesse cometido um erro, já era tarde demais, el

es nunca mais voltariam como antes.

Foi um dia triste para a Marina, seus olhos doíam quando os viu lá.

De não muito longe, Fede a observava. Olhando para as costas trêmulas da Marina, supôs que a estava machucando. "Você ainda está pensando nesse homem?" Fede pensou.

A vida tinha que continuar. Após o casamento de Maria e Pedro, Marina deixou o emprego na empresa LOP e tornou-se dona de casa. Desde então, serviu ocasionalmente ao Fede. Quando ela não tinha nada para fazer, foi ao bar procurar a Emily para uma conversa, uma bebida ou um pouco de relaxamento.

Quando Fede não tinha nada para fazer no Exército, geralmente voltava para casa porque ficava pensando na Marina. Um minuto sem vê-la já foi sofrimento para ele.

De manhã, Marina abriu os olhos e percebeu que o Fede estava ao seu lado.

Ela olhou para o relógio e se levantou rapidamente "Fede! Levante-se rápido ou você vai se atrasar. "

"Calma, deixe-me dormir um pouco mais", ele respondeu com uma voz sem força.

Marina, ouvindo as palavras dele, sabia que ele não precisava ir ao Exército. Caso contrário, ele já se levantou.

Ela levantou-se lentamente da cama com a intenção de fazer um café da manhã para ele.

Quando ele acordou, vendo que a Marina não estava mais na cama, de repente ficou chateada: "Para onde ela foi?" Fede pensou.

Quando saiu do quarto, sentiu um cheiro de comida e ficou feliz.

Desceu as escadas e caminhou até a cozinha. Viu que a Marina estava fazendo sopa, se aproximou dela e a abraçou por trás.

Marina sentiu o cheiro do Fede, virou-se e disse: "Acordou?"

"Sim, por que acordou tão cedo?" Fede perguntou, colado ao ouvido da Marina.

"Não conseguia mais dormir, então me arrumei e agora estou fazendo café da manhã", Marina realmente parecia uma dona de casa.

Fede a beijou e disse: "Entendi."

Quando terminou de falar, a soltou e saiu da cozinha.

Ela sorriu e continuou cozinhando alegremente.

Embora não tivesse um amor inesquecível, pelo menos estava gostando do momento.

À tarde, Marina estava no sofá assistindo TV, Fede estava em sua mesa lendo livros.

De repente a campainha tocou, Marina abriu a porta, era o Derek.

"Olá cunhada." Disse apressadamente: "Fede está em casa?"

"Sim", Vendo ele às pressas, Marina perguntou, "Tem algo importante para dizer a ele?"

Derek olhou para ela e assentiu.

"Entre, ele está na sua mesa." Marina disse.

"Tudo bem", Derek entrou e foi até a mesa do Fede.

Marina fechou a porta, a princípio ela queria voltar ao sofá para continuar assistindo TV. Mas, pensando que o Derek havia chegado, teve que, pelo menos, lhe dar um copo de água.

Marina fez 2 copos de água quente e os levou para a mesa.

Assim que chegou à porta da mesa, antes de bater na porta, ouviu a conversa dos dois homens.

Muito curiosamente, queria ouvir sobre o que estavam falando, então ficou em silêncio na porta ouvindo-os.

"Fede, o que fazemos agora?" A voz de Derek parecia que estava preocupado.

"Onde ela está agora?" A voz do Fede também era anormal.

"Está na casa dum amigo." Derek respondeu e disse novamente:"ela não sabe que você é casado. Se ficar sabendo, tenho certeza ..."

Derek não terminou as palavras, pois sabia que seu amigo entenderia o que queria dizer.

Fede não disse nada, apenas estava sentado no banco sem abrir a boca.

"Me fala uma coisa! Olha, Sara Liu é a mulher que mais ama e também é a garota que brincamos desde que éramos pequenos. Agora que voltou, não me diga que vai deixá-la por aí. Esses anos, não está procurando por ela em todos os lugares? " Parecia que o Derek estava culpando seu amigo.

Marina ficou surpresa: "Sara? A mulher que ele realmente ama? Você a procurou durante esses anos? "

Inúmeras perguntas apareceram na mente dela. "Se já tinha alguém em seu coração, por que quer se casar comigo?"

Ela não aguentava mais, nem podia se controlar, embora não soubesse por que tinha que estar chateada. Ela mal amava o Fede. Teoricamente não precisava se preocupar com a mulher mencionada, mas agora parecia que se importava muito.

De repente, perdeu a força. O prato que estava segurando caiu no chão.

O barulho fez com que eles ficassem surpresos. Fede olhou para o Derek, imediatamente percebeu o que estava acontecendo. Marina deve ter estado à porta, então já escutou toda a conversa. Fede ficava nervoso.

(← Atalhos teclado) Anterior Conteúdos (Atalhos teclado →)
 Novels To Read Online Free

Digitalizar o código QR para baixar o Lera.

Volte para Topo

Partilhas