Lera > Moderno > Meu Sr. Soldado: Los puritanos y otros cuentos

   Capítulo 8 Dramatização

Meu Sr. Soldado: Los puritanos y otros cuentos Por Valentina Britto Personagens: 5655

Atualizado: 2020-03-24 00:48


Depois de um tempo, Antônio finalmente abriu a boca "Tudo bem, hoje Fede trouxe sua namorada para nos visitar, o suficiente para fazer bobagens".

Antônio sabia claramente como era o seu neto, que, apesar de sua boa qualidade, estava mal-humorado e podia sair de controle a qualquer momento.

Ouvindo a voz de Antônio, todos se acalmaram.

Marina olhou para o Pedro com ódio, pensando: "Pedro, você me traiu e transou com minha irmã. Bem, agora vou me tornar sua tia como vingança. Você vai se arrepender de me perder. "

"Sobrinho, por ter seu tio, estou satisfeito, só amo seu tio. Ele significa tudo para mim. "

As palavras da Marina surpreenderam os dois homens presentes.

As lágrimas do Pedro brotaram. Ele não esperava que Marina dissesse isso, que significava que o amor entre o ele e a Marina estava completamente acabado?

Fede sabia muito bem que essa mulher não estava falando a sério, ela estava simplesmente fazendo uma encenação, mas o Fede ainda estava muito animado. Por quê?

Marina colocou as mãos na cintura do Fede, e a ação mostrou bem seu relacionamento íntimo. Olhando para Antônio, ela sorriu e disse: "Vovô, Pedro e eu éramos colegas quando estávamos na universidade. Eu acho que é porque agora eu me tornei a tia dele e isso parece inaceitável para ele. Espero que não incomode você. "

Essa explicação fez Antônio se sentir melhor. O Fede não disse nada sobre isso.

"Uh-huh." Antônio imediatamente lançou um olhar para o Pedro e a parceira da Ana. "Pedro, desde que vocês eram colegas, no futuro vocês poderão se dar bem como familiares. Não importa se sua colega agora se tornou sua tia, isso não é problema."

"Mas eu..." Pedro queria dizer alguma coisa, mas sua mãe puxou seus braços para detê-lo.

Ana disse imediatamente "Vovô, Pedro ainda é pequeno, ele pode ficar um pouco excitado quando vê sua colega anterior. Por favor, não o culpe, o protagonista de hoje deve ser a esposa do seu neto. "

As palavras da Ana fizeram todo mundo se concentrarem na Marina.

Antônio sorriu e disse: "É verdade, Fede, você já tem a certidão de casamento?"

"Ainda não, ainda está em andamento, acho que teremos isso daqui a alguns dias." Fede respondeu em voz fria, pois ainda estava pensando nas coisas da Marina e o Pedro.

"Uh-huh." Antônio assentiu: "Você já visitou a família Shen?"

Antes do Fede responder, Marina de repente abriu a boca: "Vovô, meu pai e minha tia já viram o Fede e não são contra o nosso casamento".

"Bom, bom" Antônio ficou tão feliz ao ver seu querido neto tendo uma mulher tão bonita. Ao vê-la, ele sentiu que não seria um problema ter bisnetos.

Nesse momento, a Ana disse: "Vovô, olhe para a senhorita Marina, você pode dizer que ela é uma garota madura. Fede ficará feliz com ela, talvez em breve teremos mais membros da família ".

A

s palavras da Ana satisfez o Antônio, mas o Fede pensou: "A minha mulher vai ter os nossos filhos. Isso é mais claro que a água".

Marina sabia claramente o que a Ana pretendia falar. Ela estava alertando-a de que não continuasse tendo qualquer relacionamento com o seu filho. Quando ela estava com o filho, a Ana já era contra o amor deles, dizendo que ela era uma filha desvalorizada da família Shen.

"Hehe" Antônio sorriu e disse: "Fede, você entende o que sua prima quer dizer? Vocês têm que se esforçar. "

Fede abraçou a Marina apertamente e disse calmamente: "Não se preocupe, vovô, prometo que você terá muitos bisneto no futuro". Depois que terminou de falar, também não se esqueceu de dar uma olhada no Pedro.

Marina seguiu as palavras do Fede e disse: "Oh querido, não diga isso na frente de tantas pessoas, que vergonha!"

O rosto da Marina ficou corado.

Embora ele soubesse que Marina estava fingindo, Fede estava tão feliz que queria congelar o tempo, para que ela estivesse sempre nos braços dele.

"Haha, bem, é isso." Antônio viu o amor entre eles. Ele tinha certeza de que Marina também amava muito o seu neto, e isso seria uma combinação perfeita.

"Derek" De repente, o Antônio o chamou.

"Senhor" Derek respondeu imediatamente.

"Vá se preparar para o casamento do Fede, deve ser grande, e convide todas as pessoas da Casa Militar." Antônio disse com um sorriso agradável.

"Ok senhor, deixe comigo." Derek também estava feliz. Dava para ver que o Fede realmente amava a Marina, mas o que realmente o preocupava era se Fede mudaria depois que a mulher de sua infância tivesse voltado.

"Bom" Antônio olhou para Marina e disse: "Marina, almoce aqui conosco hoje."

"Ok vovô, muito obrigada pelo seu convite." Marina respondeu com uma voz doce.

Vendo que Antônio foi embora, todos suspiraram e relaxaram.

Fede queria voltar para o quarto com Marina e perguntar se ela ainda tinha Pedro em seu coração.

Mas, antes que o Fede deu um passo, Pedro o bloqueou e ficou na frente da Marina. Ele pegou o braço dela, mas virou-se para Fede: "Tio, vocês terminaram de atuar?"

"Pedro! "Fede gritou furiosamente.

"Se vocês terminaram de atuar, tenho algo a dizer para Marina." Quando ele terminou de falar, puxou a Marina para levá-la até a porta.

Fede o deteve imediatamente e afastou a mão de Pedro com força total. Caminhando ao Pedro, ele pegou suas roupas e disse: "Você já tinha esquecido do respeito aos outros? Ela é sua tia. "

"Eu só vou avisar mais uma vez, chame-a de tia. Se ouvirei você chamá-la da Marina novamente, você estará em apuros."

Quando ele terminou de falar, se virou e olhou para Marina. Sem dizer nada, pegou a mão dela e foi para seu quarto.

Ana e Roberto não se atreveram a dizer nada, pois ninguém tinha coragem de ofender o Fede.

(← Atalhos teclado) Anterior Conteúdos (Atalhos teclado →)
 Novels To Read Online Free

Digitalizar o código QR para baixar o Lera.

Volte para Topo

Partilhas