Lera > Romance > Dever pecaminoso

   Capítulo 7 Ir para o Grupo YS (Segunda parte)

Dever pecaminoso Por Érica Moura Personagens: 5713

Atualizado: 2020-03-24 01:06


Jenny levantou a cabeça para dar uma olhada no luxuoso e magnífico edifício do Grupo YS e ficou imediatamente pasma. "Me espere aqui."

A garota ajeitou o cabelo uma última vez, saiu do carro e fechou a porta. Ela respirou fundo e caminhou em direção ao prédio com os ombros para trás e a cabeça erguida.

Sofia zombou da postura dela. Logo em seguida, ela acelerou o motor e deixou o prédio para trás.

Assim que Jenny entrou no prédio, a recepcionista a deteve. "Com licença, quem você está procurando?"

Ela manteve sua postura e lutou para parecer alguém importante. "Eu vim ver John."

"Você pode me dizer seu nome? Você já marcou a hora com ele?"

"Marcar a hora? Por que eu precisaria marcar uma hora com ele? Foi John quem me pediu para vir. Leve-me para vê-lo agora."

"Sinto muito, mas… sem compromisso marcado…"

"Veja!" Jenny pegou o telefone na frente da recepcionista e falou descontente. "Não estou mentindo. John me ligou e pediu que eu viesse. Que tal eu ligar para ele e dizer a ele para vir me encontrar pessoalmente? Posso assegurar-lhe que, se você ofender sua boa amiga, você terá sorte se ainda tiver seu emprego amanhã."

"Oh! Tudo bem, senhorita! Peço desculpas pelo mal-entendido. Por favor, sente-se. Vou levá-la ao escritório do senhor John em um momento." A recepcionista fez sinal para ela se sentar no sofá e fez uma reverência.

Enquanto isso, Victor estava tirando uma soneca em seu escritório quando John o interrompeu.

"Jenny está aqui", anunciou o homem.

Victor abriu os olhos e se endireitou. "Jenny é irmã daquela mulher?", ele perguntou com uma carranca.

John sabia que seu chefe estava se referindo a Sofia.

"Sim. Ela está esperando no saguão, ela pediu para me ver", respondeu ele. Ele foi até onde Victor estava e mostrou a tela do iPad. Lá eles puderam ver o vídeo de vigilância do saguão em tempo real.

"De qualquer forma, não tenho mais nada para fazer. Por que você não vai ver o que Casper está tramando?", Victor disse com um leve sorriso.

No saguão, a recepcionista se aproximou de Jenny e disse se desculpando: "Por favor, me siga. Vou levá-la ao senhor John."

Jenny assentiu, satisfeita, ela tinha um sorriso arrogante no rosto.

A recepcionista não pôde deixar de olhar para a garota mais algumas vezes. Ela tinha acabado de receber um telefonema de John, pedindo-lhe para levar a mulher ao seu escritório. 'Que bom que fui educada com ela! Aparentemente ela e o senhor John se conhecem bem.'

Na verdade, essa era a primeira vez que Jenny visitava o Grupo YS.

Embora tivesse ouvido falar muito sobre essa empresa, ela nunca teve a oportunidade de ir. Ela achava a empresa de sua família ótima, mas em comparação com o Grupo YS, o Grupo JH era uma piada. 'É uma pena que Victor seja considerado gay', ela pensou consigo mesma. 'Embora se eu pudesse me casa

r com um homem como ele, eu não me importaria com sua preferência sexual!'

Jenny suspirou para si mesma. Logo, elas chegaram ao escritório de John.

E para sua surpresa, não havia ninguém lá. A recepcionista pediu a Jenny que se sentasse e esperasse que ele voltasse. Depois de lhe oferecer uma xícara de café, ela fechou a porta e saiu.

Jenny olhou em volta detalhando o escritório do assistente do CEO e não pôde deixar de elogiar John. Não a surpreendeu que as pessoas dissessem que o homem tinha uma posição influente no Grupo YS. Seu escritório parecia tão luxuoso!

De repente, a porta do escritório se abriu.

Jenny se virou para ver um jovem parado em frente à porta, vestido em um terno. Ele parecia muito elegante e bonito.

"Você é John?"

John sorriu, ele foi até a cadeira em frente à sua mesa e se sentou. "Você veio me ver, mas não sabe quem eu sou?"

"É que…", a garota ouviu sua pergunta e permaneceu em silêncio quando percebeu o que ele queria dizer. Ela caminhou até John com um leve sorriso no rosto. Ela estava usando um vestido que a fazia parecer uma verdadeira beleza. Ela tinha uma figura esbelta e um rosto muito bonito que sempre tinha uma expressão adorável e inocente. Jenny sabia como usar sua beleza para cativar. Não era surpresa que ela estivesse acostumada a flertar com homens como John.

"Deixe-me apresentar-me. Meu nome é Jenny Jian, do Grupo JH. É um prazer conhecer o assistente do Grupo YS", disse ela com um sorriso.

John desviou o olhar e perguntou: "Senhorita Jenny, em que posso ajudá-la?"

"Bem... Que tal você me convidar para jantar esta noite?", a garota disse enquanto brincava com seu cabelo.

"Desculpe, mas o Grupo YS planeja comprar o Grupo JH. Temo que sair com você em um momento tão crucial criaria fofocas desnecessárias. Se você quiser me persuadir a desistir da aquisição, sugiro que desista. Sei com certeza que o Grupo YS não desistirá do Grupo JH."

Ouvindo o que John disse, Jenny ficou chocada. Ela não esperava que ele fosse tão direto. Nervosa, ela explicou rapidamente: "Não, na verdade estou..."

Riiin... Riiin... Riiin, riiin!

O telefone da mesa de John tocou de repente, interrompendo as palavras de Jenny.

John olhou para o número e atendeu imediatamente. Envergonhada, Jenny se mexeu nervosamente.

Quando John desligou o telefone, Jenny sorriu, ainda tentando se explicar. Mas John falou rapidamente antes que ela pudesse dizer qualquer coisa. "Diga ao senhor Casper que se ele quiser ficar com o Grupo JH, Sofia deveria vir procurar o senhor Victor."

"Sofia... Sofia?" Ouvindo isso, Jenny não pôde deixar de abrir a boca em choque. Ela tinha certeza de que o ouviu muito bem. No entanto, ela não pôde deixar de perguntar: "Tem certeza de que está perguntando sobre Sophia? Ela... Por que o senhor Victor quer vê-la? Eles se conhecem?"

(← Atalhos teclado) Anterior Conteúdos (Atalhos teclado →)
 Novels To Read Online Free

Digitalizar o código QR para baixar o Lera.

Volte para Topo

Partilhas