Lera > Romance > Dever pecaminoso

   Capítulo 5 Ameaça inesperada (Segunda parte)

Dever pecaminoso Por Érica Moura Personagens: 5435

Atualizado: 2020-03-24 00:45


Casper estava quase roxo de raiva, ele olhou para Jenny. "Diga-me a verdade. Você estava com um homem ontem à noite?", ele perguntou em um tom frio.

Jenny estava com medo de ver como seu pai a estava tratando. Embora soubesse que ele a amava, ela sabia muito bem quais eram suas verdadeiras intenções. O motivo pelo qual Casper amava Jenny era porque ele já tinha planejado um grande futuro para ela, ela deveria se casar com uma família rica e poderosa para que pudesse beneficiar o Grupo JH.

A garota estava ciente de tudo. Por causa disso, ela não podia namorar ou se apaixonar por qualquer pessoa.

"Conte-me!", Casper gritou enquanto sacudia Jenny.

"Eu não tenho namorado", a garota murmurou em meio às lágrimas.

Sofia olhou para ela. 'Parece que ela vai continuar a negar. Mas desde que ela decidiu fazer isso, deve se preparar para as consequências.'

"Não tem namorado? Hmm... Então, que relacionamento você tem com Peter? Se ele não é seu namorado, por que você estava nua na cama dele?"

Suas palavras chocaram Casper e Stella e arruinaram completamente a imagem de sua filha. Jenny abriu a boca, mas não conseguiu dizer nada. Ela ficou em silêncio por um longo tempo.

"Vadia... Você... Eu não posso... Do que diabos você está falando?! Pare de falar bobagem!"

Sofia olhou para ela, bem tranquila e com evidente complacência. Ela não era mais a mesma garota que poderia ser facilmente intimidada.

Os gritos de Jenny trouxeram Casper e Stella aos seus sentidos. "Isso é verdade, Jenny? Como você pôde fazer algo assim? Investi muito tempo e esforço para fazer de você uma mulher respeitável. E para quê? Para você sair com um pobre tolo como Peter? Você me decepcionou!"

Jenny apenas mordeu o lábio e permaneceu em silêncio.

A raiva tomou conta de Casper quando ele percebeu as decepções da garota. Ele apontou para sua filha, com seu dedo tremendo de raiva. "Você realmente me decepcionou! Eu já disse muitas vezes para você se comportar! Nós te criamos para procurar um homem rico e poderoso, mas você escolheu Peter que não tem nem um centavo! Você deveria ter vergonha de si mesma!"

"Não há mais nada que possamos fazer, Casper. O que está feito está feito", Stella interveio enquanto estendia o braço protetoramente na frente de sua filha.

"E daí?! Qual é o problema se eu dormir com Peter?!", Jenny respondeu com raiva ao pai.

Jenny tinha inveja do que Sofia tinha.

"Você!" Em um acesso de raiva, Casper ergueu a mão determinado a esbofeteá-la.

O coração da garota disparou enquanto ela recuava instintivamente.

No último minuto, Stella entrou e ficou entre os dois. "O que você está tentando fazer, Casper? Você realmente quer machucar sua própria fil

ha?! Se você quiser bater nela, você terá que me bater primeiro!"

Casper hesitou, com sua mão tremendo no ar. Finalmente, ele suspirou, derrotado, abaixou o braço, ele não conseguia acertar Stella ou Jenny. "De agora em diante, você a manterá trancada em casa", ele sibilou. "Você não tem permissão para sair de casa sem minha autorização!"

Enquanto isso, Sofia assistia a cena em silêncio. Ela baixou o olhar, ela não esperava que as coisas terminassem assim. Ela sentiu o ressentimento tomar conta de seu coração.

Casper era seu pai, mas era tão cruel com ela, mas agora mostrava compaixão por Jenny e Stella.

'Não é irônico?', ela pensou amargamente.

'Qual é o sentido de ficar aqui?'

"Vou para o meu quarto", disse Sofia com indiferença enquanto subia as escadas. Casper apertou o cartão em suas mãos e se virou para olhá-la. "Sofia... você realmente não conhece Victor?"

Na verdade, ele esperava que ssim. Seria ótimo para Casper se Sofia o ajudasse a conhecer Victor. Se eles estabelecessem um vínculo estreito com ele, o Grupo JH seria salvo.

Sofia, por sua vez, apenas deu de ombros.

"Não. Não o conheço."

"Ah, eu vejo." Casper parecia desapontado e olhou para o cartão, perdido em pensamentos.

Stella e Casper puniram a filha, ela não podia mais sair de casa sozinha. No dia seguinte, Casper foi procurar Peter.

Depois de ouvir uma batida na porta, Peter saiu. "Faça o que quiser, seu desgraçado. Mas deixe Jenny em paz!", o homem gritou sem rodeios.

Peter encostou-se na porta e ergueu as sobrancelhas. Parecia que ele já estava esperando que Casper o confrontasse. A expressão indiferente no rosto do menino surpreendeu Casper.

"Eu sei que você me despreza porque tem o ar de um milionário e poderoso, mas não é você que deve decidir se eu termino ou não com Jenny. Não vou a lugar nenhum, a menos que seja ela quem me diga pessoalmente que não quer mais ficar comigo", respondeu Peter calmamente. Havia um toque de vaidade no tom de Peter, como se ele não tivesse traído a namorada anterior com sua irmã.

"Caso você não saiba, eu sou o pai de Jenny. Se você colocar um único dedo na minha filha novamente, eu juro que farei sua vida um inferno!", Casper ameaçou.

Qualquer outra pessoa teria surtado com a ameaça de Casper, mas Peter foi inesperadamente uma exceção. Não havia medo em seu rosto, ele apenas deu de ombros e deu um leve sorriso. "O senhor é um grande falador, não é? Bem, não estou surpreso que o senhor levasse meu relacionamento com Jenny tão a sério, especialmente quando o destino de sua empresa depende dela. Aprendi que as coisas não vão bem para o Grupo JH..."

Peter ficou em silêncio, havia uma expressão suspeita em seus olhos.

(← Atalhos teclado) Anterior Conteúdos (Atalhos teclado →)
 Novels To Read Online Free

Digitalizar o código QR para baixar o Lera.

Volte para Topo

Partilhas