Lera > Romance > Dever pecaminoso

   Capítulo 3 Rival de amor (Segunda parte)

Dever pecaminoso Por Érica Moura Personagens: 6012

Atualizado: 2020-03-24 00:25


Ela não levantou a mão para bater na porta até que os ouviu parar de falar lá dentro.

Toc... Toc!

Ninguém respondeu.

Toc! Toc!

Pela segunda vez, ninguém se aproximou da porta.

Depois de uma terceira tentativa, a porta finalmente se abriu.

Peter colocou a cabeça para fora e seus olhos se arregalaram de pânico. "So... Sofia... Por que você veio sem avisar?"

'Como foi possível eu amar um homem tão covarde!', ela pensou na época.

"Você não vai me convidar para entrar?", ela disse docemente com um sorriso malicioso.

"Sofia, eu...", ele gaguejou, incapaz de pensar em uma boa desculpa.

"Me chame de Senhorita Sofia de agora em diante, ok?", ela retrucou. Então ela abriu a porta e o empurrou, indo direto para o quarto.

Ele tentou chegar lá antes dela.

Mas já era tarde demais! Parada na porta do quarto, Sofia olhou friamente para a mulher vestida com a camisa do namorado.

Quando ela decidiu vir, ela estava disposta a aceitar o fato de que Peter estava com outra mulher, mas não estava preparada para o que ela viu. Seu coração se partiu em pedaços ainda menores: Peter estava envolvido com sua meia-irmã, Jenny Jian!

Ela estava olhando para Sofia com uma expressão travessa nos olhos!

Desde o primeiro dia em que Stella e Jenny chegaram na casa da família Jian, sua meia-irmã sempre olhou para ela com essa mesma expressão com seus grandes olhos. Não demorou muito para ela perceber que sua meia-irmã queria tudo o que ela mesma possuía e que, desde que pertencesse a ela, Jenny faria o que pudesse para obtê-lo através de Casper ou Stella.

Mas nunca ocorreu a ela que Jenny também roubaria seu namorado!

Não era de admirar que Jenny tenha enviado a ela aquela foto no WeChat mais cedo. Ela estava mostrando sua vitória!

"Sofia! Por favor, deixe-me explicar!", Peter disse, cerrando os dentes e agarrando-a pelo braço.

"Ótimo!" Ela pegou a mão do namorado e se livrou do agarro dele. "Diga-me como você pode explicar isso", disse ela friamente.

Ela estava fria e calma, o que deixou Peter sem fala por um momento, enquanto a olhava, pasmo.

"Você viu. Eu disse que eu estava certa. Ela não te ama de jeito nenhum. Ela pegou você a traindo e ainda nem parece brava com você! Acho que é hora de você acordar", Jenny disse a ele, rindo enquanto enrolava o cabelo entre os dedos.

"Você nunca me amou de verdade, não é? Você nunca me deixou tocar em você. Nem uma vez, nunca", Peter disse baixinho.

"Você realmente acha que esse é um motivo de desculpa? Eu só quero te fazer uma pergunta. Você sabe qual é a relação entre essa mulher e eu?", Sofia disse com desdém.

"Claro que ele sabe!" Enquanto Sophia falava, sua meia-irmã saiu da cama, caminhou até Peter e o segurou intimamente pelo braço. Como se isso não bastasse, Jenny ergueu o rosto do homem e o beijou profundamente e descaradamente na frente dela.

"Eu sou sua garota e você deve ser responsável por mim. Diga a ela que você sabia exatamente o que estava fazendo", Jenny s

ussurrou em seu ouvido, sabendo que Sofia podia ouvi-la.

Uma expressão de dor apareceu no rosto de Peter. "Sinto muito", ele disse baixinho, sem ousar olhar diretamente para Sofia.

"Não importa," Sofia suspirou indiferente. Por um momento, sua meia-irmã ficou surpresa ao vê-la tão calma, mas ela conseguiu se recompor rapidamente. "Decidimos ficar juntos. Você vai nos dar sua benção, certo? Minha querida irmã?", ela pressionou. Ela ergueu o queixo, incapaz de parar de se gabar.

"Vocês se deitam nas minhas costas e ainda esperam que eu lhes dê minha bênção? Uau, nunca pensei que vocês fossem tão ingênuos", Sofia respondeu, franzindo os lábios pensativamente.

Logo, ela se virou lentamente. Olhando ao redor do apartamento por um momento, ela franziu a testa em desgosto, como se não pudesse suportar ficar naquele apartamento sujo por mais um segundo.

Jenny era uma mulher muito orgulhosa, por isso rangeu os dentes de raiva, quando estava prestes a perseguir sua meia-irmã, Peter a deteve.

No momento em que saiu do apartamento, Sofia sentiu como se um grande peso tivesse sido tirado dela. Agora, ela não podia deixar de pensar em quão cega ela tinha sido todo esse tempo!

Com um leve sorriso, ela voltou para casa, e assim que chegou, ouviu gritos vindo de dentro.

'O que está acontecendo? Casper e Stella estão realmente brigando?', ela franziu a testa. Sofia queria voltar diretamente para o seu quarto, mas era obviamente impossível. Não tendo para onde ir, ela entrou pela porta da frente. Assim que ela entrou, Stella voltou sua atenção para ela imediatamente. "Onde está Jenny?", ela perguntou asperamente.

"Se você sabe onde ela está, é melhor nos contar agora", Casper entrou na conversa.

Insensível, ela encolheu os ombros. "Não sei. Ela provavelmente está ocupada procurando um genro para vocês. Tenho certeza que ela estará de volta quando terminar de se divertir."

"Que diabos você está falando?", Stella respondeu furiosamente, sentindo-se profundamente insultada. Durante toda a vida, ela criou Jenny com extremo cuidado para que ela pudesse se casar com uma família rica.

Mas, infelizmente, a oportunidade foi perdida! Se Stella soubesse que sua filha estava tendo um caso com Peter, com certeza ficaria louca!

"Eu não estou falando bobagem! Você pode ir perguntar a ela você mesma. Quem sabe? Talvez ela até traga seu novo namorado aqui amanhã."

Foi a primeira vez que Casper viu Stella com tanta raiva. "Chega!", o homem gritou. "Você sabe qual é a coisa mais importante que devemos resolver agora? Hoje o pessoal do Grupo YS veio e me deu um ultimato. Temos que pagar todas as nossas dívidas dentro de três dias ou teremos que vender o Grupo JH! Se perdermos o Grupo JH, será o fim de todos nós!"

"O Grupo YS?", Sofia perguntou em choque. 'Não é o Grupo YS, aquela empresa daquele desgraçado?', ela pensou, lembrando-se de Victor. Acontece que foi por isso que seu pai perdeu a paciência: ele estava prestes a perder sua empresa.

(← Atalhos teclado) Anterior Conteúdos (Atalhos teclado →)
 Novels To Read Online Free

Digitalizar o código QR para baixar o Lera.

Volte para Topo

Partilhas