Lera > Bilionários > Meu CEO Papai

   Capítulo 22 Quer ser a única que possui meu amor

Meu CEO Papai Por Doroteia Souza Personagens: 10677

Atualizado: 2020-03-24 03:32


A enfermeira gastou o tempo para explicar detalhadamente em que consistia a injeção e como Nicole se sentiria depois de injetada. Embora fosse incomum que demorasse tanto tempo para explicar em que consistia um procedimento, mas nesse caso, a assistência médica tinha que ser impecável, pois a mulher havia notado a importância da paciente para Kerr.

Embora a menina ouvisse atentamente a enfermeira, ela ainda tinha suas dúvidas. "Olha, eu aprecio realmente o que você está fazendo, mas ainda acho que não preciso da injeção. Me sinto bem", concluiu, levantando as mãos em frustração e evitando fazer contato visual com ela.

Kerr, que estava ao lado de Nicole, observava cada um de movimentos e gestos faciais dela, ele poderia facilmente dizer que ela estava com medo das injeções.

"Você tem medo de injeções, certo?".

Depois de ouvir o que o homem disse, ela corou instantaneamente.

Ela odiou sempre a ideia de que uma agulha estava muito perto de sua pele, sua aversão era tão forte que ela havia desenvolvido uma rejeição natural a qualquer tipo de injeção. De fato, ela queria controlar a temia, mas ela não conseguia.

Ao longo desses anos, Nicole teve algum conhecimento médico através dos vários artigos que lera e, usando essas informações, fez o possível para convencê-los de que as injeções apresentavam mais aspectos negativos do que positivos.

"As injeções são inúteis. Elas apenas enfraquecem seu corpo e não fazem nada bom para sua saúde. É por isso que me recuso a ser injetada."

Infelizmente, seus argumentos foram inúteis.

Com um sorriso amigável todo o tempo, a enfermeira estava calma e paciente com ela:

"Senhorita Nicole, a injeção ajudará você a permanecer estável, e os médicos garantirão que não haja efeitos colaterais que possam prejudicar sua saúde."

Os médicos sabiam que essa paciente merecia os melhores cuidados e deveria ser tratada o mais profissionalmente possível, pois Kerr foi quem a levou para lá. Apesar do hospital estar sob o controle da família Gu, Kerr quase nunca aparecia lá, exceto em ocasiões que eram realmente urgentes.

O homem mudou de posição e, com a intenção de tranquilizar Nicole, ele pegou a mão dela.

"Não tenha medo. Não vou deixar você sozinha até que isso acabe."

De repente, sem dar tempo suficiente à mulher para reagir, ele segurou pulso dela com força, para que a enfermeira pudesse localizar sua veia e injetar a dose. Kerr foi muito cuidadoso, pois cobriu os olhos dela para que ela não visse a agulha.

"Não! Você não pode fazer isso sem o meu consentimento! É o meu corpo!" Nicole estava desesperada enquanto tentava escapar, mas ele não soltou o pulso dela, e ela não conseguia lidar com a força absoluta daquele homem.

Instintivamente, ela virou a cabeça e, ao fazê-lo, encontrou que o rosto de seu chefe estava à sua frente, deixando uma distância praticamente inexistente entre eles. Desde essa posição, os lábios finos do homem quase tocaram os lábios vermelhos brilhantes e florescentes da mulher, fazendo com que esta se afastasse imediatamente.

Aquele incidente incômodo distraiu Nicole e, não prestando atenção ao que estava acontecendo, a enfermeira finalmente conseguiu encontrar a veia para dar a injeção.

O homem respirou fundo e soltou um suspiro de alívio, mas em segundos seu rosto escureceu como o sol sendo eclipsado pela lua quando percebeu o modo como Nicole o estava evitando, ele podia sentir quanto aquela mulher repudiava cada uma de suas ações.

Kerr era um homem tão confiante em si mesmo que estava convencido de que poderia conseguir qualquer mulher que quisesse, e por isso ele não as levou a sério, mas no caso de Nicole, parecia completamente diferente, já que cada vez que ele estava perto dela, seu desejo de conseguir ela estava intensificado, como uma vela acesa dentro de coração dele.

Observando o desconforto que refletiam com expressões faciais deles e a atmosfera tensa entre o casal, a enfermeira acreditava que era o momento perfeito para sair:

"Bem, senhorita Nicole, isso é tudo por hoje. Espero que você se recupere em breve." Depois de dizer isso, ela pegou seus instrumentos, foi para a porta e saiu correndo da sala.

Depois de vê-la partir, Nicole virou-se para o homem e o olhou diretamente. "Por que você não para de me incomodar? Olhe ao seu redor, há muitas mulheres que têm vontade de estar com você. Então, por favor, escolha outra e pare de desperdiçar seu tempo comigo."

Nicole também tinha experiência no campo dos relacionamentos amorosos, mas, em nenhum momento ela demonstrou estar realmente interessada nessa faceta da vida, a dedicação de Gregory ensinou-lhe muito sobre o amor quando ele era namorado dela.

Além disso, ela também possuía sabedoria suficiente para diferenciar entre um homem que se apaixonava realmente por alguém e alguém que procurava simplesmente satisfazer seus próprios interesses.

Naquele momento, tudo o que ela se importava era com o filho Brook. Mesmo se descobrisse que os sentimentos de Kerr por ela eram autênticos, ela ainda o rejeitaria.

O homem começou a sentir um pouco de raiva quando percebeu que a decisão de Nicole parecia difinitiva: "Você se importa realmente com as outras mulheres ao meu redor? Ou será que você quer ser a única que possui meu amor?" Ele veria as coisas de uma maneira tota

lmente diferente se a última fosse verdade. O fato de ela se importar com outras mulheres mostrava que ela estava interessada nele.

Esperando por uma resposta, o homem congelou na frente de Nicole enquanto segurava a mão dela.

"Acho que não tenho a sorte de ser a única que possui seu amor", depois de dizer isso, ela afastou gradualmente a mão de seu chefe e, sem mover nenhum músculo, fixou os olhos nele para que ele soubesse que determinação dela era muito real.

No entanto, cada vez que ela olhava nos olhos dele, um sentimento de culpa a consumia por dentro.

Nicole não tinha certeza se essa culpa estava por causa de Brook ou apenas algo que veio dela mesma.

Antes que Kerr dissesse mais alguma coisa, uma batida na porta interrompeu a intensa situação.

Nicole voltou a se separar de Kerr, mas ele não se mexeu e insistiu em ficar ao lado dela: "Por favor, entre."

Não importava o quanto a mulher tentasse fugir, ele sempre fazia o possível para estar perto dela, de fato, naquele momento, pela maneira como estavam posicionados, pareciam ser um casal de verdade.

"Desculpe-me se eu o interromper, Sr. Kerr, mas seu café da manhã está pronto", quando Jared colocou a bandeja de comida na mesa ao lado de Nicole, ele sentiu uma atmosfera estranha na sala, como se a situação estivesse um pouco tensa.

O chefe pegou uma tigela de mingau e a mexeu com uma colher.

Como seu assistente ainda não foi embora, sem levantar a cabeça, ele aproveitou a oportunidade para perguntar-lhe sobre qualquer notícia relacionada à empresa:

"Jared, muito obrigado. Há mais alguma coisa que você deveria me informar?".

O homem respondeu instantaneamente, quase como se estivesse esperando a pergunta: "Bem, Sr. Kerr, esta manhã você tem uma reunião com os membros do Group QY. Você mesmo declarou que era crucial discutir os detalhes da cooperação que será formada entre as duas empresas."

Kerr sabia há muito tempo que ele estava destinado a se tornar chefe de uma empresa como o Group Gu, por isso sabia que estar no topo de uma corporação tão grande o privaria de algumas liberdades, como feriados.

Por causa disso, ele tinha que ser consistente e assumir tarefas que exigiam altos níveis de responsabilidade que outros não podiam fazer.

"Ligue para o assistente do Group QY e diga que a reunião será adiada". No final, Kerr optou por ficar com Nicole, apesar de a parceria entre o Group Gu e o Group QY ser uma questão muito importante e benéfica para a empresa dele.

Jared conhecia bem o chefe e sabia que não era uma boa ideia contradizê-lo, portanto, sem dizer mais nada, ele seguiu as ordens à risca: "Muito bem, Sr. Kerr, eu o notificarei imediatamente."

Então, quando a assistente se virou para fazer o que seu chefe lhe disse, de repente ouviu a voz de Nicole:

"Espere! Não vá, senhor Jared", depois de dizer isso, a garota virou-se para Kerr e comentou:

"A equipe do Group Gu trabalhou duro para preparar o projeto que seria revisto na reunião e, por esse motivo, você não deve adiá-la como se fosse algo sem importância. Consolidar essa parceria é uma questão em que devemos ter muito cuidado, pois isso ajudará o Group Gu a explorar e se fortalecer no mercado europeu. Além disso, ouvi dizer que os representantes do Group QY chegaram ontem à Cidade A. Seria muito desrespeitoso desperdiçar o tempo deles, Sr. Kerr", ela não queria que seu chefe atrasasse uma reunião tão importante para a empresa apenas ficar lá cuidando dela: "Eu sugiro que você continue com essa reunião e não perca a oportunidade de proliferar. Eu posso cuidar de mim própria."

A escolha de Kerr por adiar algo tão importante fez Nicole se sentir muito mais culpada e, de fato, ela também mudou sua opinião sobre ele, pois, nesse momento, ela estava confusa e não sabia se esse homem era tão atencioso com todas as mulheres, ou apenas ela.

"Eu já lidei com situações semelhantes a isso antes. Confie em mim, adiar uma reunião simples não afetará nosso acordo com o Group QY."

Desde que era criança, Kerr se caracterizou por ser muito sensível e, embora não tivesse tido uma infância normal porque estava destinado a ser o único herdeiro do Group Gu, isto o ajudou a se tornar uma pessoa mais madura e sábia do que os outros.

Ele tinha a facilidade de analisar todos os prós e os contras de cada uma de suas decisões para que, no final, ele pudesse escolher o que o ajudaria a conseguir o que queria.

Jared não perdeu mais tempo e tomou a decisão final de seu chefe à risca.

Quando o assistente dele saiu, o homem pegou uma colher de mingau e a levou diretamente à boca de Nicole enquanto fazia sinal para ela comer, tratando-a como se ela fosse uma paciente em estado vegetativo.

"O que está fazendo? Você não precisa me alimentar. Eu posso fazer isso sozinha", disse ela, estendendo a mão para pegar a colher de mingau.

No entanto, vendo o que a mulher pretendia fazer, ele a esquivou e disse brincando enquanto olhava para a agulha no dorso da mão dela: "Ei! Não mova. Ou deseja ser injetada novamente?" Embora a garota não dissesse nenhuma única palavra, o homem supôs que ela desmaiaria quando viu as injeções, caso contrário, ela não teria tanto medo.

Quando Nicole ouviu palavras dele, ela retirou a mão rapidamente e olhou instintivamente para ele com medo e desconfiança.

(← Atalhos teclado) Anterior Conteúdos (Atalhos teclado →)
 Novels To Read Online Free

Digitalizar o código QR para baixar o Lera.

Volte para Topo

Partilhas