Lera > Moderno > Não Quebre Meu Coração

   Capítulo 25 Intenções reais da Lena

Não Quebre Meu Coração Por Gilda Santana Personagens: 13122

Atualizado: 2020-05-15 00:15


"Muito bem! Prometido! Você é uma glutona!" .

"Kkkk!" , Fiona riu com um sorriso brilhante.

...

Eram oito da tarde e uma brisa fria encheu o ar enquanto luzes de neon coloriam as ruas. Muitas pessoas estavam reunidas no compartimento privado 308 do clube Harkim.

Uma dezena de jovens estavam sentadas num grande sofá. Todas tinham rostos pintados com vários estilos da maquiagem, dos mais discretos aos mais impressionantes, e corpos esguios, cheios de juventude e vigor. Havia muitas garotas e não tinha espaço para outra pessoa se sentar. Entre elas, bem no meio do sofá, um sujeito muito mais velho estava sentado com um sorriso vulgar desenhado no seu rosto.

O homem parecia ter pelo menos quarenta anos e quase careca, já que a cabeça não tinha mais cabelos e o que tinha eram muito magros. A camisa que ele usava não escondia sua enorme barriga e seus olhos estavam cheios da luxúria enquanto se deliciava com os corpos esbeltos à sua frente. As jovens mulheres com quem ele estava o mantinham animado e ansioso para ficar bêbado.

Qualquer pessoa decente ficaria enojada com uma cena de vômito.

Ashley olhou para eles e ficou enjoada imediatamente, então desviou os olhos daquela cena desagradável. Percebendo que havia suco de laranja em cima da mesa, ela caminhou em sua direção com grande discrição e, quando o pegou nas mãos, tomou a bebida gelada para se refrescar, sentindo que isso também estava ajudando a se acalmar.

Ela nunca imaginou que o jantar sobre o qual Lena tinha falado fosse algo assim!

Ela ficou horrorizada com o que estava vendo. No entanto, isso deu a Ashley uma pista sobre quais eram as verdadeiras intenções da Lena, de modo que ela não pôde deixar de sentir-se frustrada com a malícia da sua irmã.

Lena notou que Ashley estava escondida num canto. Ela olhou para ela e colocou um sorriso maligno no seu rosto quando ficou satisfeita ao saber que havia caído de volta na armadilha dela. Depois, alegremente, Lena chamou o Sr. Chen:

"Sr. Chen, eu ouvi muito sobre você. Como finalmente tive o prazer de te conhecer hoje, quero propor um brinde em sua homenagem", depois de expressar sua admiração pelo Sr. Chen, Lena ergueu o copo para o homem.

"Obrigado, senhorita Lena, estou muito lisonjeado. Ouvi dizer que você trabalha no Grupo Luo, está correto?" Depois de dizer isso, o Sr. Chen levantou o copo para retribuir o brinde da Lena enquanto seus olhos estavam fixos nela, como se ele estivesse inspecionando a figura inteira.

Ele pensou consigo mesmo: 'Que corpo esplêndido! O rosto dela é bonito e delicado. Obviamente, meninas como ela, nascidas nas famílias ricas, parecem diferentes e são mais especiais em comparação com aquelas que são pobres.

Ela tinha a pele branca como a neve, macia e suave como o leite.

Seu lindo rosto pode atrair qualquer homem facilmente, já que qualquer gesto e sorriso no seu delicado rosto pareciam ter a intenção de seduzir quem a olhasse.

Naquela noite, Lena usava uma saia vermelha curta, que realçava sua silhueta pelo quão apertada ela a usava.

Sua pele branca e macia tornou-se muito mais atraente graças a essa saia provocante. Ela parecia uma mulher decente, mas ao mesmo tempo muito sedutora.

Seu cabelo era loiro com grandes cachos, fazendo-a parecer bonita junto com seu rosto delicado. Todos os homens, pobres e ricos, se apaixonariam por ela à primeira vista.

O senhor Chen realmente queria acariciar o corpo cheio de curvas da Lena. No entanto, ele sabia que essa garota não só vinha da família Mu, mas também era a noiva do Raymond, proprietário do Grupo Luo. Obviamente, ele não perderia tempo com alguém como ela. Ele não arriscaria fazer sexo com uma mulher de classe social tão alta. Todavia, mesmo sabendo que ele estava proibido de tocá-la, seus olhos luxuriosos permaneceram fixos no corpo da Lena, já que o Sr. Chen havia sido cativado pelas curvas do corpo dela e não podia resistir às fantasias perversas que contaminavam sua imaginação.

'Uau! Ela tem um corpo tão tentador. Seu rosto parece tão orgulhoso, como se ela fosse uma rainha. Deve ser muito difícil impressioná-la, muito menos agradá-la na cama. Que tipo de homem poderia subjugar uma mulher que pertence a uma classe tão alta? Como alguém pode satisfazer suas necessidades carnais?' .

O Sr. Chen começou a acariciar uma jovem que estava por perto enquanto fantasiava sobre o corpo da Lena. Toda vez que uma fantasia perversa passava por sua cabeça, ele apertava a garota como se ela fosse a mulher que ele queria.

"Ai, senhor Chen! Por favor, pare! Suas mãos são muito grandes e fortes. Dói-me quando me toca assim!" , a jovem gritou com uma voz estridente, embora ela realmente parecesse animada com a maneira como o Sr. Chen estava lidando com ela.

"De verdade, você quer que eu pare? Eu pensei que você gostasse de mim te agarrando assim, quase como se estivesse estuprando você. Você costumava me implorar para ser rude com seu corpo. Você quer que eu te lembre?" O Sr. Chen respondeu com um sorriso repugnante enquanto continuava acariciando a jovem. Depois, ele a pegou pela cabeça e aproximou-a do rosto, começando a beijá-la com uma luxúria muito vulgar. Pode-se dizer que sua língua estava violando a boca daquela jovem.

...

Lena terminou o brinde e bebeu o vinho, depois olhou para o Sr. Chen e notou seu olhar lascivo, dando-lhe a sensação de que seu corpo estava sendo violado pela maneira como o homem a olhava. Na sua mente, ela rosnou ao ver como essa situação era desagradável:

'Esse cara é um porco desprezível! Quem lhe deu o direito de me olhar assim? Deve perceber que não há a menor possibilidade de tocar uma mulher como eu!' Lena ficou furiosa, mas se acalmou, já que precisava usar o Sr. Chen para seus planos, sendo forçada a usar toda a paciência para resistir à vontade de jogar vinho nele.

Nascida numa família rica, Lena era uma garota mimada e cresceu acreditando que era melhor do que outras, então pensou que ninguém a machucaria ou a ofenderia pelo poder que sua família tinha.

Depois de se forçar a se acalmar, Lena forçou um sorriso a se dedicar ao Sr. Chen e depois se virou para Ashley, começando a se aproximar silenciosamente, na esperança de que ela não a notasse.

No entanto, Ashley a descobriu imediatamente, isso porque fora alertada ao sentir que sua irmã havia planejado fazer algo com ela nessa festa. Seus olhos encontraram os da Lena, cheios de hipocrisia. Ela só queria se levantar e deixar esse lugar imundo.

Entretanto, Lena teve que garantir que ela ficasse, entã

o ela gritou para Ashley: "Ash, por que você está sentada sozinha? Você já percebeu que o Sr. Chen está aqui? Você deveria encontrá-lo e tomar uma bebida com ele."

De fato, ninguém havia notado a presença da Ashley. Como Lena era a única que sabia que Ashley estava na festa, todo esse tempo ela ficou de olho nela para garantir que ela ficasse, esperando a oportunidade perfeita para apresentá-la ao Sr. Chen.

A família Mu nunca se orgulhava de ter uma filha adotiva. Muitos não sabiam que Ashley existia. No entanto, Ashley não se importava que sua própria existência fosse mantida em segredo, pois, afinal, nenhum membro dessa família se preocupava com ela e nunca sentia que era sua casa.

Talvez alguns vizinhos soubessem que a família Mu tinha uma filha adotiva chamada Ashley Mu, mas ninguém se incomodou em divulgar as notícias ou tentar divulgá-las como fofocas. Considerando esse contexto, obviamente não havia ninguém aqui que a conhecesse.

Além disso, Ashley era apenas a filha adotiva da família Mu, então as pessoas que sabiam quem ela era realmente não se sentiam compelidas a tratá-la como uma princesa. Eles tinham que ser respeitosos e humildes com Lena, porque ela era a verdadeira filha biológica da poderosa família Mu, e isso não se aplicava às filhas adotivas.

A voz da Lena ecoou por todo o compartimento privado, concentrando a atenção de todos no canto em que Ashley estava sentada, que cativou todos que olhavam para seu lindo rosto.

Ela usava uma camisa branca e uma calça jeans escura, mas mesmo com uma roupa tão simples, sua figura hipnotizava as que a cercavam. Suas pernas finas e as curvas voluptuosas do seu corpo se destacavam mesmo entre as mulheres mais jovens.

Os belos cabelos negros da Ashley eram trançados, destacando seu rosto delicado com a pele branca como a neve. Ela não estava usando maquiagem, mas suas bochechas estavam mais rosadas do que nunca e suas sobrancelhas eram perfeitas. Seus preciosos olhos escuros pareciam capazes de lançar um feitiço de amor que encantaria qualquer homem que parasse para vê-los, e a cor vermelha dos seus lábios faria até o cavalheiro mais galante querer beijá-la. Qualquer homem teria sorte de, pelo menos, saber o nome dela e todas as mulheres na sala estavam com ciúmes da beleza que ela irradiava.

O Sr. Chen também estava encantado com a beleza da Ashley, desejando poder tocar seu corpo enquanto limpava a baba do queixo.

"Senhorita Lena, quem é essa senhorita?" , ele rapidamente mostrou o quão empolgado estava por Ashley.

"Ela é diretora adjunta da nossa empresa. Ela é uma mulher muito bonita, certo?" , Lena respondeu ao Sr. Chen elogiando Ashley com um sorriso maligno no rosto.

"Sim! De fato é muito bonita! Correto, ela é muito mais que bonita! Esse corpo cheio de curvas que ela tem é muito sensual", o Sr. Chen continuou a expressar seus elogios absolutamente vulgares enquanto seus olhos lascivos corriam por todo o corpo da Ashley.

"Ash, ele é um dos parceiros da nossa empresa, é o Sr. Chen. Ele é uma pessoa muito importante para nós, pois nossa empresa mantém um relacionamento sólido com ele há muito tempo. Você deveria fazer um brinde em homenagem ao nosso querido amigo!" .

"Bem, você não precisa ser tão formal comigo. Você parece muito bonita e jovial. Certamente você é tão bom no que faz, é por isso que recebeu a posição de gerente assistente quando era tão jovem."

"De fato é! Nosso gerente assistente é muito trabalhadora e talentosa. Ela ganhou sua posição por seus méritos, e até os funcionários da nossa empresa são inspirados por ela."

Ashley ignorou os falsos elogios da Lena enquanto pensava consigo mesma: 'Este homem é um parceiro da nossa empresa? Mas por que eu nunca ouvi o nome dele? Não sabia que ele estava associado a nós.'

Ashley ficou horrorizada ao perceber o quanto o Sr. Chen se parecia com o Sr. Michael. Ambos eram um pesadelo para as mulheres!

O truque da Lena não poderia ser mais óbvio, e é por isso que Ashley se sentiu estúpida por cair numa armadilha tão boba.

No entanto, achou que não era uma boa ideia ofender o Sr. Chen, então fingiu um sorriso e levantou o copo. "Senhor Chen, é um prazer te conhecer!" , Ashley disse enquanto tentava tolerar o olhar lascivo do Chen.

"O prazer é meu!" , ele respondeu imediatamente, levantando o copo e aproximando-o ao da Ashley para beber juntos finalmente.

Ela foi convidada a vir a este lugar assim que saísse do trabalho e, como não comia nada desde o almoço, o desconforto começou a dominá-la quando o vinho fluiu pelo estômago vazio.

"Senhorita ... Ashley, de fato, você é boa em beber!" O Sr. Chen quase a chamou de senhorita Mu, mas percebeu que ela estava se referindo a Lena com esse nome, então ela rapidamente optou por chamar Ashley pelo seu primeiro nome.

Ele chamou a atenção da jovem ao lado dele enquanto a afagava de volta com uma piscadela. Era um sinal para a jovem sair para que Ashley pudesse se sentar ao lado do Sr. Chen.

A jovem relutou em desistir do seu assento e tentou convencê-lo com uma voz doce e sedutora, usando as mãos para acariciar seu peito enquanto seus olhos flertavam com ele. No entanto, em vez de que suas ações convencerem o Sr. Chen, o impacientaram e o irritaram.

Franzindo a testa, a jovem levantou-se e olhou para Ashley como se quisesse desfigurar o rosto dela.

Ashley ficou ofendida quando ela percebeu que ela pretendia culpá-la pelo que havia acontecido, e no fundo ela pensou: 'Não me olhe como se eu quisesse fazer isso. Não quero ficar neste lugar imundo e não devo assumir a culpa por algo tão inapropriado.'

"Ashley, que tal você vir aqui e se sentar comigo? Podemos tomar muito vinho. Vamos brindar à nossa nova amizade!" O Sr. Chen sorriu quando Ashley sentou-se ao lado dele. Claramente, ele estava empolgado com sua figura e beleza. Ele derramou vinho no copo da Ashley e levantou o seu novamente para oferecer um brinde. Depois de beber, ela começou a se levantar com a intenção de sair, e, embora os dedos lascivos do Sr. Chen tivesse tocado a mão da Ashley na tentativa de instá-la a ficar, isso não funcionou.

Seus olhos brilhavam de luxúria, satisfeitos por ver as costas da Ashley. A redondeza de seus quadris e sua cintura fina o excitavam muito mais, enchendo sua cabeça das fantasias obscenas. 'Essa pele macia é boa. Na verdade, ela é uma mulher muito sensual. Uma única carícia da sua mão macia foi suficiente para me excitar e me enlouquecer. Acho que vou gostar muito de levar essa garota inocente e encantadora para casa.'

(← Atalhos teclado) Anterior Conteúdos (Atalhos teclado →)
 Novels To Read Online Free

Digitalizar o código QR para baixar o Lera.

Volte para Topo

Partilhas