Lera > Romance > Cupido Do Amor

   Capítulo 6 Qual é o seu propósito em se aproximar do meu filho

Cupido Do Amor Por Gilberta Mendes Personagens: 7254

Atualizado: 2020-10-10 00:06


"Eu não fiz isso!", Daryl respondeu.

"Tem certeza? Se for verdade, por que meu filho veio procurar por você? Diga-me, qual é o seu propósito?", Zack a questionou enquanto a examinava.

Ela certamente era uma mulher muito bonita.

Mesmo sem maquiagem, ela era atraente. Seu rosto delicado era acompanhado por lábios cor de cereja e um par de belos olhos brilhantes cheios de vitalidade. Além disso, tinha uma fragrância corporal com a qual ele estava familiarizado.

"Como é que eu vou saber disso quando foi ele quem me procurou? Talvez seja porque seu pai não está prestando atenção suficiente nele."

Com essa resposta, o rosto do homem endureceu, quando ele lançou a ela um olhar pungente que poderia perfurar qualquer alma.

Então, em vez de continuar a falar com ela, ele pediu a um de seus subordinados: "Chame a polícia."

"O quê?"

Dillon começou a suar profusamente depois de ouvir essas instruções.

Se Benjamin descobrisse que seu pai a entregou às autoridades, ele ficaria arrasado.

O menino levou muito tempo procurando no banco de genes para encontrar sua mãe biológica.

"O quê? Quer que eu ligue para eles?", ele interveio, erguendo as sobrancelhas.

"Não, senhor, já estou nisso", Dillon respondeu olhando para a mulher antes de fazer a ligação. "Sinto muito."

"Escute aqui! Qual o problema com você?" Naquele momento, a raiva tomou conta de Daryl, então cerrando o punho, ela deixou escapar: "Eu já te disse, eu não estou mentindo! Eu não planejava me aproximar de você, não entendeu? Não tenha muitas esperanças, deixe-me ir! Eu quero ir!"

Ela, como Zack, honestamente não tinha ideia de por que Benjamin foi procurá-la. Então por que ele tinha que caluniá-la assim?

Além disso, sua mãe estava em perigo, então ele devia voltar o mais rápido possível.

No entanto, o homem não ouviu seu protesto, apenas deu a ela um olhar gelado enquanto a provocava, antes de ir direto para o carro.

Lá, ele abaixou a janela para falar, cuspindo veneno. "Não chegue perto do meu filho de novo ou não vou deixar você em paz."

Com isso dito, ele fechou a janela lentamente, sem lhe dar tempo para discutir. Ele então ordenou que Dillon largasse a bagagem da garota e instruiu o motorista a sair.

Alguns segundos depois, o carro estava descendo a rodovia principal da Cidade D.

Sentado estoicamente silencioso no banco de trás, a aura fria em torno de Zack impedia que alguém falasse.

"Dê-me as informações da mulher."

"Senhor, a senhorita Daryl não fez nada de errado. Benjamin fez um teste de DNA em que o resultado mostrou que ela é sua mãe. Por isso..."

Enquanto falava, Dillon entregou-lhe os dados solicitados, ele percebeu que a atmosfera ficou mais pesada.

Francamente, Zack nunca pensou que seu filho enfrentaria todos esses problemas apenas para encontrar sua mãe. Isso significava que Daryl era a mulher que deu à luz seu filho.

De repente, o dia em que ele dormiu com a suposta mãe de Benjamin, cinco anos atrás, inesperadamente veio à mente.

Com isso em mente, ele considerou que o que sentiu naquele dia foi exatamente o mesmo que experimentou na noite anterior.

Portanto, havia algo queimando dentro dele.

Sem parar, ele continuou lendo o documento até que seu rosto se contorceu em nojo. Leon Lu era seu marido?

Zack pediu a seus homens para investigar a mulher com quem ele dormiu algumas horas atrás. Segundo as investigações, Leon mandou a mulher para sua cama para agradá-lo.

Com esta revelação, uma mistura de diferentes emoções inundou seu coração. E ele revelou suas emoções ao amassar o documento com raiva.

Isso signif

icava que Daryl era a mesma mulher de cinco anos atrás e a da noite anterior?

Por sua vez, nem em sonhos Daryl se imaginaria na delegacia, muito menos acusada de sequestro.

Na verdade, ela tinha acabado de descobrir que Benjamin era filho do CEO do Grupo Ji, cuja poderosa família possuía uma linhagem que remontava a centenas de anos.

Aquele homem arrogante não era ninguém além de Zack Ji!

O cara mais cobiçado de toda a cidade.

Ninguém se atrevia a ofendê-lo devido ao seu poder incomensurável.

Isso explicava como Benjamin conseguiu causar problemas a Leon.

Logo, Daryl foi deixada sozinha na sala de interrogatório, então ela não pôde deixar de se lembrar do que Leon tinha feito com ela.

Ela se sentiu devastada, desesperada e com o coração partido naquela pequena sala enquanto várias perguntas cruzavam sua mente.

Qual seria seu futuro? Quem a salvaria dessa situação?

Como sua mãe sobreviveria no hospital sem ela para ajudá-la? Naquele momento, tudo o que ela conseguia fazer era chorar.

Felizmente, alguém veio buscá-la no segundo dia.

Era Sofia, a garota que foi sua agente muitos anos atrás.

Então, quando ela saiu da delegacia, seu telefone começou a vibrar, quando viu quem a estava ligando, cerrou os dentes instintivamente. Era Leon quem, apesar de tudo o que havia feito com ela, ousou telefonar para ela.

Pressionando a tela para responder, ela não conseguiu nem falar quando o homem já havia começado a gritar. "Daryl Ye! Como você fez isso? Quem era esse menino? Você quer morrer? Você está tentando me envergonhar, pedindo a um menino para ajudá-la?"

Ela não teve escolha a não ser escutar suas palavras ridículas.

"Você sabia que Candida quase perdeu o emprego por sua causa? Não é só isso, as ações do Grupo Lu também começaram a cair! Isso é culpa sua! Espere até eu te encontrar, eu vou te matar com minhas próprias mãos!"

"Uau, você não consegue nem lidar com um pequeno", Daryl zombou.

"Daryl Ye!", Leon respirou fundo antes de continuar: "Isso significa que você não se preocupa mais com sua mãe?"

Sua vingança era esperada, pois, de repente, sua vida se transformou em um grande desastre: a carreira de Candida foi ao ralo e seu negócio estava em sério perigo.

Até o Grupo Ji, cujo apoio ele vinha tentando conquistar há quase um ano, se recusou a cooperar com ele.

Resumindo, tudo estava ficando muito complicado.

"Leon, o que você pretende fazer?", ela perguntou histericamente.

"O que pretendo fazer? Por que você não espera para ver com seus próprios olhos?"

Com a ameaça, o coração de Daryl bateu forte depois que ele desligou na cara dela. Por isso, imediatamente discou o número do mordomo, que ao atender a ligação começou a falar freneticamente. "Senhorita Daryl, não sei o que Leon disse à sua mãe. Mas ela ficou tão furiosa que perdeu a consciência!"

"O quê? Jim, não deixe aquele cara se aproximar da minha mãe de novo, entendido? Eu estarei lá em breve!"

'Aquele bastardo! Ele está realmente usando minha mãe como vingança!', com essa ideia em mente, ela foi direto para o hospital sem falar uma palavra com Sofia.

Porque se algo acontecesse com sua mãe, Daryl morreria levando aquele homem com ela.

Quando ela chegou, não era sua mãe que estava esperando por ela, mas Leon.

Assim que seus olhares se encontraram, uma forte tensão invadiu o lugar.

Tudo aconteceu muito rápido, porque apenas alguns dias atrás ela tinha implorado que ele voltasse para ela. E agora que esse homem estava na sua frente, ela não podia ignorar o desejo profundo de despedaçá-lo, ela o odiava com todo o seu ser.

(← Atalhos teclado) Anterior Conteúdos (Atalhos teclado →)
 Novels To Read Online Free

Digitalizar o código QR para baixar o Lera.

Volte para Topo

Partilhas